Grão-mestre de MS volta de Mundial de Kung Fu na Itália com três medalhas

Grão-mestre já foi campeão mundial em 2015
| 18/05/2022
- 17:54
grão-mestre kung fu
Grão-mestre João Valdivino (Foto: PMCG/Divulgação)

O Grão-mestre João Valdivino conquistou, no último final de semana, duas medalhas de prata e duas de bronze, no  7° Campeonato Mundial de Kung Fu Kuoshu, que aconteceu em Roma, na . Valdivino é presidente da FSKK (Federação Sul-Mato-Grossense de Kung Fu Kuoshu).

O atleta já possui vários títulos: 18 vezes campeão brasileiro; Sul-Americano e Pan-americano; 9 internacionais; mundial em 2015 em Mendoza na Argentina, e em 2018 ficou em 4° lugar no mundial de Baltimore, nos Estados Unidos.

A competição que Valdivino participou é realizada a cada três anos. “A emoção é sempre muito forte, por participar do campeonato mundial. Foi muito bom disputar com os melhores de cada país, sendo cada vez mais difícil de conseguir ganhar. Estou muito feliz por ter obtido os resultados, representando bem o nosso Estado e o Brasil”, disse o grão-mestre.

O diretor presidente da (Fundação Municipal de Esporte), Odair Serrano, ressalta os resultados apresentados pelo projeto Auxílio Atleta.

“Iniciamos com o auxílio atleta este ano, lançamos no início do calendário esportivo 2022, e, estamos tendo um resultado muito satisfatório. São grandes títulos para nossa cidade e para o país”, destaca.

Modalidade

Apesar dos diferentes nomes, o grão-mestre João explica que Kung Fu, Wushu e Kuoshu são, de fato, a mesma modalidade.

“São o mesmo esporte, o que diferencia são as regras”, esclarece. Enquanto o Kuoshu segue as regras tradicionais do Kung Fu, o Wushu segue regras olímpicas. “O objetivo é que um dia modalidade se torne olímpica”, finaliza.

Veja também

Últimas notícias