Esportes

Novorizontino derrota Ponte e é campeão do Troféu do Interior pela primeira vez

O título inédito garante ao Novorizontino uma vaga na Copa do Brasil de 2022

Agência Estado Publicado em 21/05/2021, às 00h53

Assessoria/Novo Horizontino
Assessoria/Novo Horizontino

O Novorizontino confirmou a superioridade sobre a Ponte Preta e, com uma vitória por 2 a 0 no estádio Jorge Ismael de Biasi, em final realizada na noite desta quinta-feira, conquistou de forma inédita o Troféu do Interior.

Como fez melhor campanha na fase classificatória, o Novorizontino teve a vantagem de atuar o jogo único da final em casa. E aproveitou isso para conquistar o seu primeiro título do Troféu do Interior. A Ponte desperdiçou a chance de ser campeã pela sétima vez na competição.

O título inédito garante ao Novorizontino uma vaga na Copa do Brasil de 2022, além de uma premiação de R$ 252 mil. Já a Ponte Preta ficou com R$ 70 mil pelo vice-campeonato.

Assim como aconteceu na semifinal contra o Red Bull Bragantino, a Ponte Preta iniciou o jogo desatenta e pagou caro por isso. Logo aos quatro minutos, Jenison passou como quis por Ruan Renato e cruzou rasteiro para Felipe Rodrigues bater de primeira, deixando o Novorizontino na frente do placar.

O time da casa recuou e passou a apostar no contra-ataque para ampliar. Faltou acertar o último passe. Já a Ponte Preta tinha a posse da bola, mas não era criativa e por isso quase não ameaçou o gol de Giovanni, que fez apenas uma defesa em chute de longe do volante Dawhan.

O panorama da partida não mudou muito depois do intervalo. A Ponte Preta seguia com a posse de bola, mas sem levar perigo ao goleiro Giovanni. A única vez que isso aconteceu foi aos 15 minutos. Dawhan aproveitou rebote da zaga e bateu de primeira. A bola desviou em Camilo e acertou o travessão antes de sair.

Aos poucos, o Novorizontino foi entrando no jogo e garantiu o título aos 26 minutos. Murilo Rangel cobrou escanteio, Léo Baiano desviou na primeira trave, Ygor Vinhas não cortou e Edson Silva, com o gol aberto, só completou. A Ponte ficou entregue e escapou de sofrer uma derrota mais elástica.

Agora é pensar no Campeonato Brasileiro que começa em dez dias. O Novorizontino vai disputar, pela primeira vez, a Série C, enquanto a Ponte Preta entra de novo na competitiva Série B ao lado de grandes forças como Botafogo-RJ e Vasco, do Rio, Cruzeiro, Coritiba e o rival Guarani, todos campeões nacionais outrora.

FICHA TÉCNICA

NOVORIZONTINO 2 X 0 PONTE PRETA

NOVORIZONTINO - Giovanni; Felipe Rodrigues, Edson Silva, Bruno Aguiar e Paulinho; Barba, Léo Baiano (Adilson Goiano) e Murilo Rangel (Roney); Cléo Silva (Ricardo Luz), Danielzinho (Douglas Baggio) e Jenison (Guilherme Queiroz). Técnico: Léo Condé.

PONTE PRETA - Ygor Vinhas; Apodi (Bruno Michel), Luizão, Ruan Renato e Felipe Albuquerque; Dawhan, Vini Locatelli (Renan Mota) e Camilo; Moisés, Renatinho (Jean Carlos) e Paulo Sérgio (João Veras). Técnico: Fábio Moreno.

GOLS - Felipe Rodrigues, aos quatro minutos do primeiro tempo; Edson Silva, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Douglas Marques das Flores

CARTÃO AMARELO - Adilson Goiano (Novorizontino)

LOCAL - Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

Jornal Midiamax