Em jogo morno, Corinthians derrota Mirassol em Volta Redonda pelo Paulistão

A eficiência deu ao Corinthians a vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol na noite desta terça-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Na primeira partida da história centenária do Campeonato Paulista disputada fora do Estado, o alvinegro finalizou bem menos do que o adversário. Mas o time do interior mostrou […]
| 24/03/2021
- 02:35
Em jogo morno, Corinthians derrota Mirassol em Volta Redonda pelo Paulistão
Assessoria - Assessoria

A eficiência deu ao Corinthians a vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol na noite desta terça-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Na primeira partida da história centenária do disputada fora do Estado, o alvinegro finalizou bem menos do que o adversário.

Mas o time do interior mostrou uma incrível deficiência nas conclusões e ainda perdeu um pênalti aos 47 minutos da etapa final. Foi castigo com a derrota. Com 11 pontos, o Corinthians lidera o Grupo A. Com oito, o Mirassol comanda o Grupo D.

A máxima do futebol (uma delas) que diz que quem não faz toma foi vista nesta terça em Volta Redonda. Nos primeiros 20 minutos, praticamente só deu Mirassol. Explorando sobretudo o lado direito da defesa corintiana, o time do interior tomou conta do jogo. E foi criando, e desperdiçando, chances de gol. Foram duas com Pedro Lucas, uma com Diego Gonçalves, outra com Cássio Gabriel.

Então, o Corinthians chegou. E foi fatal. Gabriel deu belo lançamento para Fagner, que cruzou para Gustavo Mosquito, na grande área, bater de primeira.

O gol saiu aos 20 minutos, antes da paralisação em respeito às vítimas da covid-19 – a Federação Paulista de Futebol (FPF), que insiste em jogar, aceitou fazer de conscientização, que teve como outro ato os atletas entrando em campo com máscaras. Mas só foi confirmado após o minuto de silêncio, após consulta ao VAR, pois havia dúvida se Jô não havia atrapalhado o goleiro

O gol foi, a rigor, a única coisa eficiente que o Corinthians fez na etapa inicial. Depois disso e da parada, o Mirassol continuou dominando, e perdendo chances. Foram pelo menos mais três.

A segunda etapa foi mais equilibrada. O Mirassol continuou tentando se manter ofensivo, mas como isso deu espaço ao Corinthians, que passou a se sentir mais confortável em campo. O alvinegro tomou alguns sustos, mas passou a incomodar Alex Muralha. Ramiro, por exemplo, acertou a trave com belo chute de fora da área.

O Mirassol continuou mal nas conclusões, o Corinthians passou a administrar o resultado, mas levou um susto quando Fábio Santos colocou a mão na bola na área. Mas Cássio pegou o pênalti cobrado por Fabrício e deu a vitória ao Corinthians.

FICHA TÉCNICA:

MIRASSOL 0 x 1 CORINTHIANS

MIRASSOL – Alex Muralha; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê (Carlão) e Moraes; Oyama, Neto Moura (Rodolfo), Diego Gonçalves (Lucas Silva), Cássio Gabriel (Rafinha) e Fabrício; Pedro Lucas (Ernandes). Técnico: Eduardo Baptista.

CORINTHIANS – Cássio; Fagner (Bruno Méndez), Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro (Camacho) e Otero; Rodrigo Varanda (Cazares), Gustavo Mosquito (Léo Natel) e Jô (Cauê). Técnico: Vagner Mancini.

GOL – Gustavo Mosquito, aos 20 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Neto Moura, Jemerso e Cauê.

ÁRBITRO – Vinícius Araújo.

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Veja também

Coritiba e Santos tiveram a semana toda de treinamento, mas apresentaram um dos piores jogos...

Últimas notícias