Esportes

Tiago Volpi celebra permanência no São Paulo: ‘Meu melhor presente de Natal’

Comprado em definitivo pelo São Paulo, o goleiro Tiago Volpi comemorou a permanência na equipe tricolor. Em entrevista ao site oficial do clube paulista, o jogador destacou a vontade que tem tinha de continuar e considerou o acerto como o melhor presente de Natal. “Estou muito contente. Criei uma identificação grande com todas as pessoas […]

Agência Estado Publicado em 25/12/2019, às 14h18 - Atualizado às 14h20

(LIAMARA POLLI/ESTADÃO CONTEÚDO)
(LIAMARA POLLI/ESTADÃO CONTEÚDO) - (LIAMARA POLLI/ESTADÃO CONTEÚDO)

Comprado em definitivo pelo São Paulo, o goleiro Tiago Volpi comemorou a permanência na equipe tricolor. Em entrevista ao site oficial do clube paulista, o jogador destacou a vontade que tem tinha de continuar e considerou o acerto como o melhor presente de Natal.

“Estou muito contente. Criei uma identificação grande com todas as pessoas no clube, dos funcionários aos torcedores, e eu tinha a vontade de permanecer. A minha felicidade é completa neste Natal. Sem dúvida, um momento especial. A permanência no São Paulo foi o meu melhor presente no Natal”, festejou.

Tiago Volpi estava emprestado pelo Querétaro, do México, e foi comprado pelo São Paulo por US$ 5 milhões (cerca de R$ 21 milhões). O contrato é válido até o final de 2023. O pagamento, no entanto, não será feito à vista. A entrada foi parcelada em três vezes. A primeira delas será paga na segunda quinzena de janeiro. O restante será pago em quatro parcelas, entre junho de 2020 e junho de 2021.

“Estou feliz com a oportunidade de defender o São Paulo por mais quatro temporadas. O torcedor esteve conosco nos momentos difíceis, e agora vamos em busca dos nossos objetivos em 2020”, declarou Volpi.

Com problemas no gol nos anos seguintes à aposentadoria de Rogério Ceni, o São Paulo apostou em Tiago Volpi no começo desta temporada e não se decepcionou. O goleiro, que chegou após quatro anos no futebol mexicano, se tornou um dos principais jogadores do elenco treinado por Fernando Diniz. Comprar o arqueiro era a principal prioridade da diretoria, que adiou ao máximo a aquisição por estar em dificuldade financeira.

“A minha família também está muito contente e estava ansiosa com este desfecho. Agora tenho um filho paulistano, o Arthur, que nasceu este ano, e celebrei um Natal perfeito. Levarei esta motivação para a próxima temporada, conto com o nosso torcedor no Morumbi em noite de Libertadores”, declarou.

Jornal Midiamax