Esportes

Reeleito, Cezário segue no poder da federação de futebol de MS até 2023

Atual presidente está no comando há 20 anos

Richelieu Pereira Publicado em 01/05/2018, às 12h27

Foram 35 votos a favor e dois em branco pela manutenção de Cezário. (Foto: Divulgação/FFMS)
Foram 35 votos a favor e dois em branco pela manutenção de Cezário. (Foto: Divulgação/FFMS) - Foram 35 votos a favor e dois em branco pela manutenção de Cezário. (Foto: Divulgação/FFMS)

O presidente da Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul, Francisco Cezário de Oliveira, foi reeleito para ficar mais quatro anos à frente da entidade. O mandatário completa 20 anos no poder do futebol estadual neste ano, metade do tempo de existência da FFMS, fundada em 3 de dezembro de 1978.

A eleição ocorreu em um hotel da capital na tarde de segunda-feira (30) após prestação de contas com os presidentes de clubes e ligas. Dos 37 presentes com direito à voto, foram 35 a favor e dois em branco entre profissionais, amadores e ligas. União/ABC, Costa Rica e Sete de Setembro, estiveram ausentes, de acordo com nota publicada no site da Federação.

O atual mandato de Cezário terminaria em abril de 2019, no entanto o pleito foi antecipado assim como ocorreu na CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que elegeu Rogério Caboclo para suceder a Marco Polo Del Nero. Em ambas entidades, a eleição foi em chapa única.

Entre os vice-presidentes que compõe a chapa estão Jamiro Rodrigues de Oliveira, Marco Antonio Tavares, Romeu Castro, Carlos Alberto de Assis, Alfredo Zamlutti Junior, Estevão Petrallas, Joaquim Soares e Américo Ferreira da Silva.

O novo mandato será de abril de 2019 até 2023.

Jornal Midiamax