Esportes

Inter bate Guarani e fecha o 1º turno na vice-liderança

Gols do Colorado foram marcados por Sasha e Claudio Winck.

Midiamax Publicado em 05/08/2017, às 21h24

None

Gols do Colorado foram marcados por Sasha e Claudio Winck.

Equipes de tradição no futebol brasileiro e com passado vitorioso, Guarani e Internacional se enfrentaram na tarde deste sábado, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela última rodada do primeiro turno da Série B. Vivendo oscilação na competição, o Bugre perdeu em casa para o Colorado por 2 a 0 e chega a seis partida sem vencer. Com a vitória conquistada fora de casa, a equipe gaúcha permanece na segunda colocação no torneio, com 33 pontos. Já o Alviverde campineiro caiu uma posição na tabela, está na sexta posição, com 28 pontos e segue fora do G4.

​O Guarani começou o jogo pressionando o Internacional. Logo no primeiro minuto, o experiente Richarlyson invadiu a área e foi derrubado. A torcida reclamou de uma pênalti não marcado e o juiz mandou o jogo seguir. Aos oito minutos, Bugre continuou atacando o Inter e teve a chance de marcar o primeiro gol com meia Fumagalli, mas o jogador pecou na finalização.

O Inter buscou espaços para chegar na área adversária e teve o primeiro momento de perigo com o argentino D’ Alessandro. O meia-campista arriscou de fora da área e o lance assustou o goleiro Leandro Santos. Aos 25 minutos, o Inter abriu o placar. O atacante Sasha recebeu o passe de Pottker, que entrou na área e chutou no canto do arqueiro bugrino. 

Depois do gol anotado em Campinas, o time gaúcho continuou em busca de aumentar a vantagem. Leandro Damião invadiu a área, mas finalizou mal. O Guarani perdeu força ofensiva com a saída de Bruno Nazário, que saiu por conta de um corte no rosto e pouco chegou ao ataque. 

No primeiro minuto da segunda etapa, o time gaúcho teve uma ótima oportunidade de fazer o segundo tento no embate. Leandro Damião ganhou na velocidade do zagueiro Genilson, driblou o goleiro e chutou. O volante Betinho salvou a bola em cima da linha. 

Aos seis minutos, o lateral-esquerdo Gilton invadiu a área e cruzou. O jogador encontrou Eliandro livre de marcação, porém o atacante furou a bola na hora da conclusão. Quatro minutos depois, Gilton cobrou lateral para a área e Richarlyson desviou de cabeça. Bem posicionado, o goleiro Danilo Fernandes espalmou para o escanteio e evitou o empate. O lance levantou a torcida bugrina no Brinco de Ouro. 

Aos 15 minutos, Edenílson levantou na área para Damião, que ajeitou de cabeça para trás. D’Alessandro pegou a sobra de primeira e por pouco não fez para o Colorado. O volume de jogo do Inter só cresceu na partida. Pottker invadiu área pela esquerda e chutou por cima do gol. A bola passou com muito perigo do gol de Leandro Santos. 

O Guarani voltou a aparecer com perigo ao ataque. O lateral-direito Lennon arriscou de fora da área, a bola fez curva na direção de Danilo Fernandes e acabou saindo para fora. Aos 34 minutos, o Internacional ampliou a vantagem. Claudio Winck acionou Nico López na área. O uruguaio escapou da marcação e devolveu para o lateral. O camisa 29 só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes. 

Cinco minutos depois, o Guarani tentou ensaiar a reação com o atacante Rentería. O goleiro Danilo Fernandes e o zagueiro Victor Cuesta se atrapalharam dentro da área e a bola foi parar no colombiano. O centroavante chutou, mas o lateral Winck afastou o perigo. 

Pottker e Camilo ainda tiveram a chance de marcar o terceiro, mas pecaram nas finalizações. Após o fim da partida, a torcida do Bugre vaiou o time e protestou com a queda de rendimento da equipe na competição.

FICHA TÉCNICA 
Guarani 0 X 2 Internacional 
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas (SP) 
Data-Hora : 05/8/2017 – 16h30 
Árbitro : Marcelo de Lima Henrique (RJ) 
Auxiliares : Michel Correia e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ) 
Público/renda : 9.890 pagantes/R$ 182.925 
Cartões amarelos: Evandro e Genílson (GUA); Uendel (INT) 
Cartões vermelhos : – 
Gols : Sasha (25’/1ºT) (0-1); Claudio Winck (34’/2ºT) (0-2) 

GUARANI : Leandro Santos; Lenon, Diego Jussani, Genílson e Gilton; Evandro e Richarlyson; Betinho (Kevin 13’/2ºT), Fumagalli (Rentería 22’/2ºT), e Bruno Nazário (Luiz Fernando 27’/1ºT); Eliandro. Técnico : Vadão 

INTERNACIONAL : Danilo Fernandes; Claudio Winck, Klaus, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado; William Pottker, Edenílson, D’Alessandro (Charles 39’/ 2ºT) e Sasha (Camilo 18’/2ºT),; Leandro Damião (Nico López 27’/2ºT),. Técnico : Guto Ferreira

Jornal Midiamax