Esportes

Corinthians decide em três minutos e fatura a décima Copinha

2 a 1

Diego Alves Publicado em 25/01/2017, às 21h53

None
5888f55d60c96.jpeg

2 a 1

Não tem jeito. A Copa São Paulo de Futebol Júnior é "fechamento" do Corinthians. Em sua 18ª final em 48 edições disputadas até este ano, o sub-20 do Timão conquistou o décimo título ao derrotar o Batatais por 2 a 1, com gols de Carlinhos e Marquinhos – Douglas Pote descontou para o time do interior, que endureceu o jogo, mas não saiu com a taça do Pacaembu. Copinha? O Timão te ama.

Copa São Paulo e Corinthians têm tudo a ver, mas isso não significa que a final tenha sido fácil. Pelo contrário. O Batatais segurou muito bem a força ofensiva do time cuja torcida dominou o Pacaembu. E olha que não faltou chance… Marquinhos após cruzamento rasteiro de Carlinhos, Fabricio Oya em batida de falta e também após passe de Pedrinho (com defesaça de Gerson), Thiago em cabeceio na trave, Mantuan em chute de fora da área. Foram muitas as oportunidades. Nenhuma aproveitada no primeiro tempo.

O Batatais teve só uma chance clara na etapa inicial, com finalização de Thales por cima da trave de Filipe, que ainda fez algumas boas defesas. A real é que o Batatais marcou bem, congestionou o meio com uma marcação quase individual, mas não tinha escape pelos lados e mostrou que o empate era bom negócio. 

A lógica do segundo tempo seguiu a do primeiro, mas um ingrediente complementar foi adicionado: o nervosismo. O Corinthians seguiu criando chances e o Batatais seguiu defendendo bem. Rolou até um gol anulado de Marquinhos após Carlinhos receber de Pedrinho em posição irregular. Gerson também fez uma boa defesa. E foi o mais perseguido pela torcida, com os lamentáveis gritos de "bicha". 

A torcida estava impaciente, querendo gol, e o time também. Tanto é que o número de jogadas criadas foi menor por conta do nervosismo. Como estamos falando de garotos em processo de formação, nada a reclamar. Tudo normal, segue o jogo. 

Nessa idade as coisas são tão rápidas que num intervalo de três minutos, já perto do fim, o Corinthians resolveu a história. Aos 39, Pedrinho fez boa jogada e rolou para Marquinhos, que fez o cruzamento e viu Carlinhos cabecear com precisão. Logo aos 42, Carlinhos retribuiu o gesto e deixou Marquinhos livre para marcar. Antes nervosa, a torcida corintiana tirou o "É campeão!" da garganta. 

Douglas Pote até marcou um golaço de honra para o Batatais, mas não teve jeito. Deu onda. Para o Timão. 

FICHA TÉCNICA 
CORINTHIANS 2 X 1 BATATAIS 
Local: Pacaembu, São Paulo (SP) 
Data-Hora: 25/1/2017 – 16h 
Árbitro: Cléber Luís Paulino 
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Luiz Alberto Andrini Nogueira 
Público/renda: 36.010 pagantes/R$ 851.221,00 
Cartões amarelos: Guedes, Pedrinho (COR), Léo Alves, João Leoncini, Igor (BAT) 
Cartões vermelhos: – 
Gols: Carlinhos (39'/2ºT) (1-0), Marquinhos (42'/2ºT) (2-0), Douglas Pote (44'/2ºT) (2-1) 

CORINTHIANS: Filipe; Samuel (Guedes, aos 5'/2ºT), Thiago, Del'Amore e Luisinho (Lucas Minele, aos 24'/2ºT); Renan Areias e Mantuan; Pedrinho (Vitinho, aos 43'/2ºT), Fabricio Oya (Matheus, aos 24'/2ºT) e Marquinhos (Lucas Amorim, aos 43'/2ºT); Carlinhos. Técnico: Osmar Loss. 

BATATAIS: Gérson; Wislem, José Neto, Léo Alves (Cadu, aos 43'/2ºT) e Igor; Éverton, Yuri, João Leoncini e Murilo; Douglas Pote e Thales (Victor Rafael, aos 10'/2ºT). Técnico: Paulo Lippi.

Jornal Midiamax