Esportes

Jô admite abuso de álcool, mas diz que Igreja o recuperou

Revelado pelo Timão

Diego Alves Publicado em 29/10/2016, às 02h38

None
jo.jpg

Revelado pelo Timão

Após 12 anos, Jô e Oswaldo de Oliveira finalmente voltarão a trabalhar juntos, e mais uma vez no Timão. Apesar da semelhança, porém, o torcedor do Timão poderá esperar um atacante bem diferente em relação aos últimos anos, quando o jogador era conhecido pela agitada vida fora dos gramados.

"Hoje sou um homem mais centrado, mais tranquilo, depois que entrei para a Igreja minha vida mudou. Estou praticamente certo com o Corinthians, passei nos exames e o torcedor corintiano pode esperar um Jô bem diferente dos últimos anos. Realmente o álcool prejudicou demais, eu abusei muito e isso prejudicou demais a minha carreira", disse o centroavante, em entrevista a Record.

Jô foi revelado pelo Corinthians em 2003 e fez sua estreia com apenas 16 anos, se tornando o jogador mais novo a ter atuado pela equipe profissional do Timão. Além disso, é o atleta mais jovem a marcar um gol pelo clube. Em 2016, Oswaldo de Oliveira poderá comandar o atacante mais uma vez, algo que ele já havia lhe prometido.

"Ele tinha 16 naquela época, ele já tinha jogado com Geninho em 2003 e depois comigo em 2004. Toda vez que reencontrava o Jô falava para ele que ainda iria voltar a treina-lo, mas só o reencontrava como adversário. Fico esperançoso para que possamos trabalhar juntos de novo", disse o treinador.

A esperança de Oswaldo está próxima de se concretizar, já que Jô deve assinar com o Timão nos próximos dias. "Estou praticamente certo com o Corinthians, passei nos exames e o torcedor corintiano pode esperar um Jô bem diferente dos últimos anos", completou o atacante.

Jornal Midiamax