Esportes

Caribe sedia torneio Beach Tennis em novembro; brasileiros são favoritos

Festa ocorre entre os dias 13 e 20 de novembro

Midiamax Publicado em 05/09/2016, às 17h54

None
unspecified.jpeg

Festa ocorre entre os dias 13 e 20 de novembro

A ilha de Aruba, no Caribe vai sediar o 10º torneio internacional de Open de Beach Tennis. O evento tomará conta da premiada Eagle Beach, que é considerada uma das praias mais bonitas do mundo, e terá cerca de 1.500 partidas, sendo a quadra central dedicada aos profissionais. No ano passado, o Brasil saiu vencedor nas categorias avançado feminino e masculino e na Copa das Nações.

Conforme a assessoria de imprensa do evento, durante o torneio, as areias perfeitas da ilha terão muita música. A festa de encerramento contará com a presença do DJ holandês 2 Faced Funks.

Com uma média de 1.000 participantes por torneio e um total de 12.000 espectadores por ano, este é o esporte mais popular entre os arubanos.

Se seguir a tradição, o Brasil pode se dar muito bem.  E este ano, as beachtenistas brasileiras Joana Cortez e Rafaella Miller conquistaram o Campeonato Mundial Individual de Beach Tennis, em Cerviá, na Itália. Constituindo a média de um terço dos participantes todos os anos, os brasileiros têm mostrado grandes talentos na modalidade.

Sobre a ilha de Aruba

Com 110 mil habitantes e localizada ao norte da Venezuela, a ilha de Aruba, no Caribe, é conhecida por suas águas claras e areia branca. Oferece infraestrutura completa de lazer, com 28 hotéis e resorts ao longo da costa oeste, spas, cassinos e campos de golfe – sendo um profissional com 18 buracos. Além disso, a Ilha Feliz, como é conhecido o país, apresenta gastronomia internacional variada e diferentes opções de compras.

Atividades para toda a família estão disponíveis em terra firme, com passeios e visitas pela ilha, e também na água, com mergulho em seu mar cristalino e esportes aquáticos. Sua localização privilegiada mantém o clima a agradáveis 28 ºC quase todo o ano e fora da rota de furacões. Turistas brasileiros não precisam de visto para entrada no país.

Jornal Midiamax