Esportes

A 20 dias de competição, meninas da ginástica rítmica ficam sem professores

Meninas fazem parte do projeto Geração de Campeões

Tatiana Marin Publicado em 23/11/2016, às 21h49

None
whatsapp_image_2016-11-23_at_13.35.04.jpeg

Meninas fazem parte do projeto Geração de Campeões

A menos de 20 dias de copetições, as quase 150 atletas de ginástica rítmica estão sem dois professores do esporte que é praticado no parque Jaques da Luz, no bairro Moreninhas, na região sul de Campo Grande. Segundo mães das meninas o contrato dos dois professores foi encerrado nesta terça-feira (22), um mês antes do esperado. As aulas fazem parte do projeto Geração de Campeões da Funesp (Fundação Municipal de Esporte).

A maior preocupação das mães é que o rendimento das atletas diminua, pois, segundo Samara Molina, mãe de uma menina de 8 anos que pratica o esporte há 2 anos, afirma que será ministrada somente uma aula por semana.

“Minha filha normalmente tem 2 aulas na semana. Algumas meninas que estão avançando tem 4. E agora em dezembro elas vão participar de duas competições. Nas semanas próximas às competições, elas ensaiam todos os dias”, explica Samara.

Segundo a mãe, os professores teriam dito que o contrato iria até dia 22 de dezembro. “As aulas normalmente vão até meados de dezembro e fazem um encerramento. Os professores estavam magoados, não estavam satisfeitos com o término do contrato. Não sabemos como vai ficar. Fomos todos pegos de surpresa”, afirma Samara.

A equipe do Jornal Midiamax consultou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande sobre assunto, que enviou uma nota informando apenas que “os projetos realizados pela administração municipal param no final do ano e retornam no ano seguinte. Os professores que são convocados têm seu contrato encerrado e no ano seguinte são convocados novamente no início das atividades”. Não foi informado, no entanto, se professores de outras modalidades do projeto Geração de Campeões também tiveram seus contratos encerrados.

Jornal Midiamax