Esportes

‘Rei Arthur das argolas’, Zanetti brilha no Pan e leva ouro

O ginasta Arthur Zanetti confirmou o favoritismo

Diego Alves Publicado em 14/07/2015, às 23h15

None
zanettiacenaezrashawgetty.jpg

O ginasta Arthur Zanetti confirmou o favoritismo

O ginasta Arthur Zanetti confirmou o favoritismo e conquistou, nesta terça-feira, a medalha de ouro nas argolas pelos Jogos Pan-Americanos de Toronto . O atleta brasileiro havia sido prata em Guadalajara 2011 na mesma prova, um ano antes de sagrar-se campeão olímpico em Londres.

Com uma prata por equipes no Canadá, Zanetti foi o último a se apresentar nas argolas precisando de, no mínimo, 15,525 para superar o então líder, o americano Donnie Whittenburg. Mesmo com a pressão, o brasileiro, melhor na fase de classificação, levantou a torcida no Coliseu de Toronto e foi campeão ao somar 15,725 na performance.

Essa foi a primeira medalha de ouro do Brasil na ginástica em Toronto. O País foi prata por equipes no masculino , bronze na mesma prova do feminino e ficou em terceiro com Flavia Saraiva no individual geral .

Após a conquista, Zanetti, 25 anos, ganha fôlego para a preparação para o Mundial de Ginástica de Glasgow, marcado para 23 de outubro a 1 de novembro, quando tentará recuperar a supremacia na prova após ter sido vice-campeão no ano passado.

Na quarta, o Brasil ainda tem oportunidades de conquistar mais medalhas na ginástica – salto  (Arthur Nory e Caio Souza), barras paralelas (Caio Souza e Francisco Barreto), barra fixa (Arthur Nory e Lucas Bitencourt), trave (Flavia Saraiva e Julie Kim Sinmon) e solo (Daniele Hypolito e Flavia Saraiva).

Jornal Midiamax