Esportes

Neymar assume erro, mas insinua que há perseguição

Apesar de ter sido o destaque negativo da partida, ele aceitou conversar com a imprensa após o jogo

Clayton Neves Publicado em 18/06/2015, às 11h51

None
neymarexpulsocarlossuccoefe.jpg

Apesar de ter sido o destaque negativo da partida, ele aceitou conversar com a imprensa após o jogo

O atacante Neymar teve uma atitude surpreendente nesta quarta-feira (17), após a polêmica derrota para a Colômbia , pela Copa América . Apesar de ter sido o destaque negativo da partida, ele aceitou conversar com a imprensa após o jogo, ao contrário do que fizeram muitos jogadores, inclusive seus amigos experientes, Robinho e Daniel Alves. O atacante do Barcelona assumiu o erro e também insinuou que há uma perseguição contra ele.

“Acabei me estranhando no final da partida com o zagueiro da Colômbia. Acabei tomando meio que um soco e um empurrão, não vi nada e fui expulso. Assumo, posso ter errado, não fujo de responsabilidade nenhuma. Desde os meus 17 anos assumo responsabilidades. E essa eu assumo tranquilamente”, declarou Neymar, mostrando mesmo estar tranquilo, totalmente o contrário do que mostrou no jogo.

Neymar não sabia, porém, que terá que cumprir pelo menos dois jogos de suspensão, pois recebeu dois cartões amarelos na competição e também um vermelho direto no jogo. Ele foi informado pela imprensa sobre isso, ficou surpreendido e disparou: “contra o Neymar sempre usam o regulamento”.

Ele também se sentiu perseguido no lance em que tomou o cartão amarelo: “tem que usar as regras contra mim. A bola pegou na minha mão, só que não foi intencionalmente, estava caindo e tomei amarelo. Essas coisas acontecem”, lamentou.

Neymar comentou ainda sobre a má atuação técnica da Seleção Brasileira : “sei que a equipe não foi bem, não jogou bem. Eu não joguei bem. Agora é esfriar a cabeça para o próximo jogo que a gente tem”.

O camisa 10 perderá o jogo contra a Venezuela e, se o Brasil avançar, a partida das quartas de final. Ele ainda será julgado, mas só deve voltar em uma possível semifinal da Copa América.

Jornal Midiamax