Esportes

Milton Cruz associa revés a estádio sem torcida e queda recente

Dois foram os principais fatores apontados por Milton Cruz

Diego Alves Publicado em 17/05/2015, às 23h08

None
174314hp2.jpg

Dois foram os principais fatores apontados por Milton Cruz

Dois foram os principais fatores apontados por Milton Cruz para justificar a derrota do São Paulo para a Ponte Preta, na noite deste domingo, em Campinas: a falta de torcida no Moisés Lucarelli (por conta da punição de atuar com portões fechados) e a eliminação recente nas oitavas de final da Copa Libertadores.

“O que aconteceu é que a gente vem de uma eliminação na Libertadores. Depois, o estádio não ter público ajudou um pouco. Nosso time está acostumado a vencer, a buscar o título da Libertadores. Ser eliminado prejudicou um pouco. Não ter público, tomar um gol no começo. Isso foi importante”, analisou.

O único gol do revés por 1 a 0 foi sofrido, de fato, ainda no começo. Aos 13 minutos da primeira etapa, depois de saída errada de jogo do meia-atacante argentino Ricky Centurión, a bola caiu nos pés de Renato Cajá, que notou Rogério Ceni adiantado e bateu no ângulo direito. Apesar de aceitar essa bola defensável, o capitão são-paulino fez grandes defesas depois e evitou goleada.

“Tem que dar os parabéns para o Rogério, porque fez um grande jogo mesmo. Foi a figura do jogo”, elogiou Milton Cruz, antes de dizer que o goleiro de 42 anos tentou animar os colegas.

“O time já veio abatido. Tentamos levantar o moral durante a semana, na sexta-feira, mas não foi suficiente. O Rogério também tentou motivar. Conversamos com o plantel, e ele é sempre muito positivo nesse ponto. Mas, hoje (domingo), faltou buscar um pouco mais”, acrescentou o coordenador técnico, à frente da equipe desde a saída de Muricy Ramalho.

No sábado, uma semana e meia depois da eliminação na Libertadores, o São Paulo voltará a campo para enfrentar o Joinville, com os portões do Morumbi abertos. Neste momento, a equipe soma três pontos no Campeonato Brasileiro, com uma vitória e uma derrota em duas rodadas.

Jornal Midiamax