Esportes

México B e Bolívia empatam em jogo sonolento pela Copa América

 O México tomou a postura de melhor equipe em campo

Diego Alves Publicado em 13/06/2015, às 02h33

None
marcelomorenatentanatachapisarenkoap.jpg

 O México tomou a postura de melhor equipe em campo

Do confronto entre Bolívia e um time secundário do México não se esperava muito, e as duas equipes que entraram em campo na noite desta sexta-feira no Estádio Sausalito, em Viña Del Mar, pela Copa América, corresponderam às baixas expectativas. Na estreia de ambas seleções no Grupo A da Copa América, o placar ficou no 0 a 0 em um jogo marcado pela baixa qualidade técnica.

Mesmo sem força total, o México tomou a postura de melhor equipe em campo, tendo a iniciativa de cuidar a posse de bola e atacar a retraída Bolívia. Os comandados de Miguel Herrera, no entanto, viram o goleiro Corona garantir que o placar permanecesse inalterado no primeiro tempo.

Os bolivianos foram mais conservadores, mas chegaram perto de marcar com Pedriel, após cruzamento na trave, e Campos, que chutou de longe e exigiu defesa difícil do goleiro adversário.

Surpreendidos pelos adversários, os mexicanos mantiveram o mesmo comportamento na etapa complementar, mas não tiveram vida fácil. O caminho do gol era o lado direito da defesa da Bolívia, que se mostrou vulnerável às subidas de Jesús Corona. Pela esquerda, o mexicano foi efetivo nas jogadas individuais, mas seus companheiros não corresponderam na hora de finalizar.

O empate deixa as duas seleções com um ponto, atrás do líder Chile, com três, e do lanterna Equador, que não pontuou na primeira rodada.

Em busca da primeira vitória, o México encara na segunda rodada os anfitriões da Copa América no Estádio Nacional do Chile. A Bolívia mede as forças com o Equador, que perdeu para os chilenos na partida de abertura da competição.

Jornal Midiamax