Júlio Almeida fecha “trinca” e ganha ouro no tiro no Pan Americano

Estava faltando o ouro no tiro
| 18/07/2015
- 05:47
Júlio Almeida fecha “trinca” e ganha ouro no tiro no Pan Americano

Estava faltando o ouro no tiro

A coleção de medalhas pan-americanas de Júlio Almeida enfim está completa. Nesta sexta-feira, o brasileiro de 45 anos provou que é, mesmo, um dos melhores atletas do continente no tiro esportivo e faturou a condecoração de ouro na pistola 50 m. A conquista nos Jogos de Toronto fecha a “trinca” de Júlio, que já havia ganhado outras cinco medalhas pan-americanas na carreira – mas nunca de ouro.

Em Mar Del Plata 1995, ele levou a prata na disputa de fogo central e fogo central por equipes. No Rio 2007, também ficou com a condecoração prateada, mas na pistola de ar 10 m. Quatro anos depois, em Guadalajara, ganhou o bronze na pistola de ar 10 m e pistola 50 m.

Estava faltando o ouro. Que foi faturado nesta sexta, no Canadá. Júlio Almeida terminou a prova na pistola 50 m com 189,1 pontos e teve grande vantagem sobre o cubano Jorge Grau (prata com 186,8) e sobre o peruano Marko Zevallos (bronze com 165,9).

Segundo melhor na fase de classificação, Stenio Yamamoto não repetiu o bom desempenho e ficou de fora do pódio, terminando a prova na sétima posição. Mas não teve problema, já que Júlio Almeida compensou, encerrando as disputas no primeiro posto.

O atual campeão pan-americano é piloto da Força Aérea Brasileira e, aos 45 anos, se juntou a Felipe Wu, que, no último domingo, ganhou o ouro na pistola de ar de 10 m . Com a vitória, Júlio Almeida ainda assegurou vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. Apesar de país-sede, o Brasil ainda não tinha vaga no Rio de Janeiro. O tiro esportivo nacional tem feito bonito no Canadá, hein?!

 

Veja também

As regras das janelas de transferências se aplicaram apenas aos clubes das duas primeiras divisões nacionais.

Últimas notícias