Esportes

Juiz atacado por Felipão apita Corinthians x São Paulo

Ricardo Marques Ribeiro é o escolhido para apitar o clássico

Isaias Domingues Publicado em 16/02/2015, às 19h41

None

Ricardo Marques Ribeiro é o escolhido para apitar o clássico

O árbitro do primeiro confronto entre brasileiros na Libertadores foi acusado de contribuir pra esquema que definiu os representantes do País na competição. Após despertar ira em Luiz Felipe Scolari no ano passado, o mineiro Ricardo Marques Ribeiro é o escolhido para apitar Corinthians x São Paulo às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, em Itaquera.

Ricardo irritou o técnico do Grêmio na derrota do time gaúcho por 1 a 0, no estádio corintiano, em 23 de novembro do ano passado, pela antepenúltima rodada do Brasileiro. Para Felipão, o lance que originou o gol de Guerrero na partida era a favor dos visitantes e, por conta do erro apontado, indicou um esquema que já tinha os classificados para a Libertadores definidos.

“Estão cometendo erros crassos contra nós. Não é interessante para o futebol brasileiro e para quem dirige o futebol brasileiro dois clubes do Sul e dois de Minas Gerais. É interessante ter dois de São Paulo e um do Sul. Não é contra os clubes do Rio Grande do Sul, mas contra o Grêmio”, acusou o ex-técnico da Seleção Brasileira, que viu Cruzeiro, São Paulo, Inter e Corinthians formarem o G-4.

Apesar da raiva do gaúcho, o retrospecto de Ricardo Marques Ribeiro em jogos de Corinthians e São Paulo no ano passado não é tão favorável. Além da vitória sobre o Grêmio, o mineiro trabalhou na derrota alvinegra por 1 a 0 para o Figueirense, em Florianópolis.

Em jogos do Tricolor, os números são ainda piores para os paulistas. Com o juiz no apito na liga nacional de 2014, o time de Muricy Ramalho empatou por 2 a 2 com o Flamengo no Maracanã e, no Morumbi, não foi além de 1 a 1 com o Criciúma e derrota por 3 a 1 para o Fluminense.

No Majestoso desta quarta-feira, Ricardo Marques Ribeiro terá o auxílio de outros dois membros do quadro da Fifa: Cleriston Clay Barreto Rios, de Sergipe, e Guilherme Dias Camilo, de Minas Gerais. O quarto árbitro será o paulista Luiz Flávio de Oliveira.

Jornal Midiamax