Esportes

Jogadores da Ponte Preta tentam agredir o técnico do Inter após derrota

O tempo fechou no Beira-Rio 

Diego Alves Publicado em 07/11/2015, às 23h21

None
ponte.jpg

O tempo fechou no Beira-Rio 

O tempo fechou no Beira-Rio após a vitória do Internacional por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, na abertura da 34ª do Campeonato Brasileiro. O gol do triunfo saiu no final da partida depois que o técnico Argel Fucks pediu para que os seus jogadores não devolvessem a bola em sinal de fair play – ela havia sido jogada para fora pelo time paulista para que um de seus atletas pudesse ser atendido no gramado.

O Inter não devolveu a bola e, no lance, Vitinho marcou o gol da vitória aos 42 minutos do segundo tempo. Ainda dentro de campo, os jogadores da Ponte ficaram revoltados com o treinador adversário e na saída para os vestiários, após o apito final, tentaram agredir Argel na parte interna do estádio. Os seguranças dos dois clubes e o trio de arbitragem tiveram que conter os ânimos.

"O Biro Biro machucou e na reposição o Inter tinha que devolver e não devolveu. Aí saiu o gol. O Argel falou na beira do campo: 'não devolve nada, o cara não tem nada'. Ele não é médico para saber. O Biro Biro ficou revoltado", disse o meia Cristian, da Ponte, à Rádio Guaíba.

Jornal Midiamax