Esportes

Felipão é alvo de clube chinês e pode deixar o Grêmio após o Gauchão

O treinador é alvo de clubes chineses repetidamente

Gerciane Alves Publicado em 18/04/2015, às 19h06

None
felipao.jpg

O treinador é alvo de clubes chineses repetidamente

Felipão pode deixar o Grêmio após o Campeonato Gaúcho. O treinador é alvo de clubes chineses repetidamente. As propostas crescem mesmo rejeitadas inicialmente e a decisão de permanecer no projeto mais longo pode ser alterada após o Estadual.

Neste sábado, Scolari comanda o Grêmio contra o Juventude pela semifinal do Gauchão. Nos dois domingos seguintes, se avançar, terá finais contra Inter ou Brasil de Pelotas. O Tricolor vive jejum de conquistas estaduais desde 2010 e levantar a taça daria o primeiro passo rumo a retomada do clube.

 No Grêmio desde o meio do ano passado e com mais dois anos de contrato, Felipão retomou a carreira pouco tempo depois da queda vexatória da seleção brasileira. Depois de levar 7 a 1 no comando do time nacional contra Alemanha e perder a disputa de terceiro lugar para Holanda, Scolari admitiu que precisava de ‘carinho’ e um clube que desse a chance de retomada. O Tricolor deu.

 No entanto ainda não houve conquista. Em 2014, a queda nas oitavas de final da Copa do Brasil e o Brasileiro sem conquista de vaga na Libertadores encerraram a temporada. Neste ano, a primeira chance ocorre no Estadual.

 A informação é recorrente nos bastidores do Grêmio e foi divulgada no perfil do Twitter do jornalista João Garcia, amigo pessoal de Felipão. “Chineses seguem em cima de Felipão, fazem propostas milionárias. Ganhando ou perdendo o Gauchão, vai embora”, postou.

 Não é apenas o futebol chinês que já demonstrou interesse em Scolari. A seleção peruana também procurou o treinador no início deste ano. E também teve oferta rejeitada.

 A direção do Grêmio ainda não se manifestou sobre tal informação. A ideia é dar atenção total ao jogo de volta da semi do Gauchão, que começa às 16h (horário de Brasília) deste sábado.

Jornal Midiamax