Esportes

Empresário confirma saída do lateral-direito Léo Moura rumo ao time de Ronaldo nos EUA

Ídolo da torcida rubro-negra, atleta deverá assinar por três anos com o Lauderdale

Clayton Neves Publicado em 19/02/2015, às 19h10

None
20150219150054114384i.jpg

Ídolo da torcida rubro-negra, atleta deverá assinar por três anos com o Lauderdale

Após 10 anos, Léo Moura não deve mais vestir a camisa Rubro-Negra. Segundo Eduardo Uram, empresário do atleta, o lateral está negociando com o Fort Lauderdale Strikers, time de Ronaldo Fenômeno que disputa a Major League Soccer, liga de futebol norte-americana. Uram explicou o motivo da saída do jogador: a renovação conturbada com o Fla no final do ano passado.

“A princípio, o contrato (renovado) seria por três temporadas. Não é uma proposta financeira, mas de uma mudança de vida. O Leo tinha o interesse de prosseguir jogando. Aceitou o convite e, agora, vamos formalizar a parte profissional, que é a saída dele do Flamengo e a entrada no clube americano”, disse em entrevista à Rádio Brasil.

O empresário também afirmou que nem ele nem a diretoria do Flamengo sabiam da negociação de Léo com o clube norte-americano.

“Realmente, o Flamengo não sabia de nada. O Wrobel (vice-presidente de futebol rubro-negro) foi sincero ao dizer que foi pego de surpresa, da mesma maneira eu, que estou fora do país há uma semana. Nesse período ele recebeu o convite. Ele tem o interesse de jogar nos Estados Unidos. Falamos que jogar nos lá seria a forma dele estender a carreira e não perder essa identificação com o Flamengo, não jogando em outro time do Brasil. É um interesse recente. No meu retorno, vou negociar a saída dele e até quando ele vai poder jogar, por conta do calendário que ele terá que cumprir se confirmada a negociação”, falou Uram.

O lateral chegou ao Fla em 2005 e, desde então, criou identificação com a torcida, sendo um dos líderes na conquista do Campeonato Brasileiro em 2009. Nos EUA, Léo terá a companhia de mais alguns brasileiros, como Marlon Freitas e Stéfano, ambos pertencentes ao Fluminense.

Jornal Midiamax