Esportes

Botafogo vacila e sofre empate do Sampaio Corrêa no último minuto

O resultado premiou o esforço do time maranhense

Diego Alves Publicado em 03/10/2015, às 01h33

None
fotos-botafogo-macae-cleber-mendeslancepresslanima2015092201421_1.jpg

O resultado premiou o esforço do time maranhense

O Botafogo vencia por 2 a 1 até os 50 minutos do segundo tempo e seus torcedores já festejavam mais uma vitória, quando o zagueiro Edimar aproveitou o rebote de uma grande defesa do goleiro Jefferson para decretar a igualdade. Apesar do gosto amargo, o empate por 2 a 2 empartida disputada na noite desta sexta-feira, no Castelão, em São Luís, manteve a equipe carioca na liderança isolada do Campeonato Brasileiro da Série B com 56 pontos ganhos. O Sampaio Corrêa chegou aos 46 pontos e ocupa o sexto lugar.

O resultado premiou o esforço do time maranhense, que foi superior durante a maior parte do jogo, mas esbarrou nas grandes defesas do goleiro Jefferson. O Botafogo fez uma partida irregular e não soube segurar o resultado no fim.

Na próxima rodada, o Sampaio Corrêa vai visitar o Luverdense, em Lucas do Rio Verde, às 21h30 de terça. Já o Botafogo volta a campo na próxima terça, às 21h, contra o Ceará no Estádio Nilton Santos.

O jogo – Os dois times começaram a partida com muita lentidão. O Sampaio Corrêa se mostrava um pouco mais ofensivo, tentando fazer pressão sobre a defesa alvinegra. Aos seis minutos, Edgar tocou de calcanhar para Diones, que tentou o cruzamento, mas Renan Fonseca bloqueou a jogada, aliviando o perigo. Logo depois, Diego Giaretta cometeu falta na entrada da área, mas a cobrança executada por Léo Rodrigues explodiu na barreira.

O time maranhense seguia com mais posse de bola, enquanto o Botafogo apenas se defendia. Aos 12 minutos, o técnico Ricardo Gomes precisou queimar a primeira substituição. O meia Fernandes sentiu dores na perna esquerda, não teve condições de continuar e acabou substituído por Camacho.

Mesmo sem jogar bem, o Botafogo acabou marcando o primeiro gol aos 19 minutos. Navarro fez ótimo lançamento para Diego que investiu pela direita e cruzou para a entrada de Neilton que empurrou a bola para as redes.

O Sampaio Corrêa partiu para o ataque e, aos 24 minutos, o lateral-esquerdo Raí se livrou de Diego e chutou com muito perigo. Logo depois, o time da casa criou outra chance, em cabeçada perigosa de Edgar. Depois desse lance, Edgar reclamou de dores e pediu para sair, entrando Henrique em seu lugar.

O time da casa seguia pressionando e, aos 35 minutos, Henrique cruzou para cabeçada de Léo Rodrigues, mas Jefferson fez grande defesa, evitando o gol do empate. O Botafogo não conseguia se organizar, e a a bola raramente chegava aos atacantes Neilton e Navarro, muito isolados na frente.

O Sampaio Corrêa seguiu pressionando e criou nova chance para marcar, aos 45 minutos, mas o goleiro Jefferson voltou a salvar sua equipe, após conclusão de Jheimy na pequena área.

O segundo tempo começou com o mesmo panorama da etapa inicial. O Sampaio Corrêa pressionando e a o Botafogo apenas tentando segurar a vantagem. A pressão da equipe da casa acabou dando resultado. Aos oito minutos, Raí cruzou, Jefferson espalmou para o meio da área e Jheimy se antecipou a marcação para colocar a bola nas redes, decretando o empate. Os jogadores alvinegros protestaram contra a validação do gol, alegando posição irregular do atacante maranhense, mas o árbitro, após muita hesitação, acabou confirmando o tento.

O time da casa nem teve tempo para grande comemorações porque, aos 13 minutos, o uruguaio Alvaro Navarro desempatou. Diego fez ótimo cruzamento e o atacante alvinegro mergulhou entre os zagueiros e cabeceou para marcar. Foi o sétimo gol marcado por Navarro na Série B.

Em desvantagem, o time maranhense voltou a pressionar em busca da nova igualdade. O time dirigido por Léo Condé forçava as jogadas com Henrique que travava um bom duelo com o lateral-direito Diego.

Aos 22 minutos, Diones levantou na área, a zaga alvinegra falhou e Valber cabeceou com grande perigo para o gol de Jefferson.

O Sampaio continuava com o domínio da partida, mas o Botafogo se defendia melhor e não deixava a equipe maranhense criar condições para ameaçar o gol defendido por Jefferson. Aos 32 minutos, Diones chutou e a bola bateu na mão de Roger Carvalho, dentro da área, mas o árbitro interpretou como lance casual. Aos 37 minutos, após bola cruzada na área, a defesa botafoguense não afastou o perigo e o zagueiro Plínio desperdiçou a oportunidade, chutando por cima do travessão.

A pressão aumentou e , nos acréscimos, o Sampaio marcou o gol do empate. Após jogada confusa na área alvinegra, e grande defesa de Jefferson, o zagueiro Edimar conseguiu colocar a bola nas redes para delírio da torcida maranhense.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 2 X 2 BOTAFOGO

Local : Estádio Castelão, em São Luís (MA)

Data : 2 de outubro de 2015, sexta-feira

Hora : 21h (de Brasília)

Público : 27.246 presentes

Árbitro : Rodrigo Batista Raposo (DF)

Assistentes : Fabio Pereira (TO) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF)

Cartões Amarelos : Plínio e Jheimy (Sampaio Corrêa) ; Roger Carvalho e Daniel Carvalho (Botafogo)

Gols :

SAMPAIO CORRÊA: Jheimy, aos oito minutos e Edimar aos 50 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Neilton, aos 19 minutos do primeiro tempo; Navarro, aos 13 minutos do segundo tempo

SAMPAIO CORRÊA : Rodrigo; Marcelinho, Edimar, Plínio e Ra (Douglas Oliveira); Diones, Léo Salino, Válber e Léo Rodrigues (Charles); Edgar (Henrique) e Jheimy

Técnico: Léo Condé

BOTAFOGO : Jefferson, Diego, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Diego Giaretta; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Fernandes (Camacho) e Daniel Carvalho (Octávio); Neilton (Sassá)e Navarro

Jornal Midiamax