Esportes

Botafogo perde para Criciúma e tem acesso adiado

O resultado adiou a garantia matemática do acesso 

Diego Alves Publicado em 07/11/2015, às 22h25

None
criciumaxbotafogoguilhermehahnagifgazeta.jpg

O resultado adiou a garantia matemática do acesso 

O botafogo, líder isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, visitou o Criciúma na tarde deste sábado e saiu derrotado por 1 a 0. Maurinho marcou o único gol da partida, no segundo tempo.

O resultado adiou a garantia matemática do acesso à Série A em 2016. O Bota continua líder com 65 pontos, cinco a mais que o vice América-MG, mas terá de esperar até a 35ª rodada para carimbar o passaporte ao encarar o Luverdense fora de casa.

Para o Criciúma, a vitória foi muito importante na luta contra o rebaixamento. A equipe catarinense soma agora 42 pontos, contra 38 do Macaé, primeira equipe dentro da zona da degola. Na próxima rodada, o Criciúma volta a jogar em casa diante do já rebeixado Boa Esporte, na terça-feira.

O Jogo – O Botafogo fez um bom primeiro tempo no Heriberto Hülse. O Alvinegro esteve bem organizado em campo, dominou a posse de bola e teve a iniciativa do ataque, porém, não conseguiu traduzir em gols ou mesmo em muitas oportunidades de marcar.

O Criciúma, por sua vez, jogou recuado e pouco conseguiu fazer para articular jogadas de ataque, não incomodando o goleiro Jefferson.

As melhores chances do Botafogo aconteceram no início da partida. Aos cinco, tabela do ataque e Neilton tocou para Ronaldo livre na área. O atacante virou e acertou um balaço na trave esquerda de Luiz.

Aos 17, um lance incrível. Carleto recebeu na lateral esquerda e levantou na área de primeira. Ronalto, também sem dominar, tocou no canto direito. A bola bateu na trave e correu sobre a linha até o outro poste, e voltou para o goleiro sem que o atacante pudesse empurrar para a rede.

Carleto mais uma vez serviu Ronaldo aos 30, o atacante avançou em direção ao gol mas demorou a finalizar e permitiu que a marcação se aproximasse. Ao tentar a conclusão, o chute saiu fraco e para fora.

Dois minutos depois, escanteio pela direita e Daniel Carvalho levantou na área. A zaga afastou mas mandou nos pés de Neilton na meia lua, e o atacante tentou a o chute mas ele saiu por cima do gol do Criciúma.

O Melhor lance do Criciúma na primeira etapa foi aos 37, na cobrança de uma falta que passou perto do gol de Jefferson.

No intervalo, o técnico Roberto Cavalo mexeu na equipe catarinense, tirando o meia Wellington para a entrada do atacante Roger Guedes. E o segundo tempo foi diferente para o time da casa.

Logo aos seis, Guedes recebeu na intermediária e arriscou de longe. A bola era perigosa mas saiu à direita de Jefferson, passando perto.

O Botafogo respondeu aos 12 em mais um belo chute de Ronaldo, que Luiz defendeu, mas foi perdendo o domínio do jogo e viu o Criciúma crescer.

Aos 15, nova boa trama do ataque catarinense e a bola chegou a Roger Guedes na direita. O atacante se livrou do marcador, entrou na área e soltou a bomba, mas a bola passou por cima do travessão.

Roger Guedes, só dava ele, infernizou a defesa do Bota aos 23. Ele recebeu na intermediária, fez fila e penetrou na área pela direita. Desta vez o balaço saiu em direção ao gol, mas Jefferson estava lá e fez grande defesa.

No minuto seguinte, Guedes recebeu na ponta direita, entrou na área, pedalou na frente do marcador e chutou. Jefferson rebateu mal para o lado esquerdo da área e Maurinho, que acabara de entrar na vaga de Bruno Lopes, só teve o trabalho de tocar para o gol livre. Criciúma 1 a 0.

Cansado e na base do abafa, o Botafogo tentou até o final o gol de empate, mas o time da casa soube se defender bem e segurar o resultado.

Criciúma 1 x 0 Botafogo

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)

Data: 7 de novembro de 2015 (Sábado)

Horário: 17h30(de Brasília)

Renda: R$ 91.520,00

Público: 5.127 presentes

Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES)

Assistentes: Vanderson Antonio Zanotti (ES) e Ramires Santos Candido (ES)

Cartões amarelos: Wellington (Criciúma); Carleto, (Bota)

Gol: Maurinho, aos 24min do 2º tempo

Criciúma: Luiz, Maicon Silva (Ezequiel), Wanderson, Ianson e Marlon; Barreto, Wellington (Roger Guedes), Dodi e Dudu; Bruno Lopes (Maurinho) e Tiago Adan. Técnico : Roberto Cavalo

Botafogo: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Guilherme Camacho (Diego Jardel) e Daniel Carvalho (Lulinha); Neilton e Ronaldo (Vinícius). Técnico: Ricardo Gomes

Jornal Midiamax