Esportes

Atlético-PR bate o Avaí e encerra jejum de vitórias em casa

O Atlético-PR fez uma partida tranquila

Diego Alves Publicado em 08/11/2015, às 00h46

None
walteratleticoprxavaigiulianogomesgazeta.jpg

O Atlético-PR fez uma partida tranquila

O Atlético-PR fez uma partida tranquila nesse sábado à noite e derrotou o Avaí por 2 a 1, na Arena da Baixada. O resultado foi importante para o Furacão encerrar um jejum de vitórias dentro de casa que já durava desde o dia 30 de agosto. O último triunfo dos paranaenses em Curitiba pelo Campeonato Brasileiro havia sido um 3 a 0 contra o Goiás, na 21ª rodada da competição.

O Furacão fez um primeiro tempo absoluto e chegou aos seus dois gols com Walter e Sidcley, aos 34 e 42 minutos, respectivamente. Já o Avaí apresentou melhora na etapa complementar e descontou com Anderson Lopes, aos 13.

Com 46 pontos, o Atlético-PR segue estacionado no meio da tabela e já não possui nenhuma pretensão nessa reta final de Brasileirão. O Avaí, por sua vez, está com 35 pontos e terá de torcer contra seus adversários diretos para não entrar na zona do rebaixamento. O próximo jogo da equipe catarinense será na quarta-feira, contra o Joinville, na Ressacada. No mesmo dia, o Furacão recebe o Palmeiras, novamente na Arena da Baixada.

O Jogo – O Atlético-PR foi a campo disposto a fazer as pazes com a torcida. Logo aos oito minutos o meia Sidcley finalizou para defesa tranquila do goleiro Vagner. Quatro minutos depois, Vilches teve duas oportunidades de chutar dentro da área, mas André Lima e Jubal conseguiram afastar o perigo ao ficarem postados em cima da linha do gol.

Aos 24 minutos, Sidcley foi acionado novamente no ataque e acertou a trave do goleiro Vagner. O arqueiro do Avaí apareceu bem aos 32 e evitou que uma cabeçada de Walter inaugurasse o marcador. Mas, aos 34, Vagner acabou vazado pelo artilheiro do Furacão. Walter aproveitou o rebote dado pelo goleiro catarinense e finalizou com força para o gol vazio.

O gol ampliou a pressão exercida pelo Atlético-PR. Sidcley, aos 36, por pouco não aumentou a vantagem. Já aos 42 minutos, Eduardo bateu da direita e Sidcley apareceu sozinho para completar para as redes. Já no segundo tempo, o Avaí melhorou dentro de campo e foi atrás da igualdade. Aos 13 minutos, o atacante Anderson Lopes aproveitou a sobra dentro da área e chutou firme para descontar.

O empate quase saiu aos 15, em chute de Eduardo Neto que passou muito perto do ângulo do goleiro Weverton. A reação, contudo, não foi além. O Avaí mostrou sérias dificuldades para construir jogadas e, sem levar perigo ao gol, permitiu que o Furacão administrasse o resultado até o apito final.

Atlético-PR 2 x 1 Avaí

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 07 de novembro de 2015, sábado

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Marcos Welb Rocha de Amorim (BA)

Cartões amarelos: Vilches (Atlético-PR); Eduardo Neto e Jubal (Avaí)

Gols:

Atlético-PR : Walter, aos 34 minutos do primeiro tempo, e Sidcley, aos 42 minutos do primeiro tempo

Avaí : Anderson Lopes, aos 13 minutos do segundo tempo

Atlético-PR: Weverton; Eduardo, Wellington, Christián Vilches e Roberto; Otávio, Barrientos (Hernani) e Sidcley (Ricardo Silva); Nikão, Walter e Crysan (Daniel Hernández). Técnico: Cristóvão Borges

Avaí: Vagner; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Jubal e Romário; Eduardo Neto, Tinga e Camacho (Renan Oliveira); Romulo (Pablo), André Lima (Leo Gamalho) e Anderson Lopes. Técnico: Gilson Kleina

Jornal Midiamax