Esportes

Após derrota, torcida do Coritiba invade vestiário para agredir atletas

Na confusão João Paulo teria sido imobilizado por seguranças que o confundiram com torcedor

Midiamax Publicado em 26/10/2015, às 12h09

None
noticia_222858_img1_noticia_222682_img1_divul_cori.jpg

Na confusão João Paulo teria sido imobilizado por seguranças que o confundiram com torcedor

Torcedores do Coritiba invadiram os vestiários da equipe no Couto Pereira, nesse domingo, após a derrota por 2 a 1 para o São Paulo. Alguns jogadores da equipe tiveram de fugir do local para escapar do comportamento violento dos vândalos. Segundo o jornal Gazeta do Povo, o meia Thiago Galhardo ficou 15 minutos dentro das dependências reservadas para o Tricolor, enquanto o zagueiro Juninho saiu correndo em direção ao gramado do estádio.

Na confusão, o volante João Paulo teria sido imobilizado por seguranças que o confundiram com um torcedor. Uma maca foi solicitada para o vestiário do Coxa, mas não houve feridos. “Estava perto da porta e consegui sair. Para o pessoal que ficou lá dentro foi mais tenso. Eu só vi o barulho, muitas vozes, e todo mundo começou a correr”, disse o zagueiro Ednei.

De acordo com o treinador Ney Franco, os torcedores foram rapidamente contidos pelos seguranças. “Eles chegaram muito próximo do vestiário. Chutaram a porta, mas não entraram. Nesse momento eu também me assustei. Mas o clube se mobilizou, os seguranças foram lá, depois chegou a polícia, e conseguiram contornar a situação”, afirmou o técnico.

A situação do Coritiba no Campeonato Brasileiro se complica a cada rodada. A derrota para o São Paulo manteve a equipe na 17ª colocação, na zona de rebaixamento, com 33 pontos. A equipe voltará a campo às 21 horas (de Brasília) do próximo sábado, contra o Figueirense, também no Couto Pereira. O duelo será um confronto direto na luta contra a degola do torneio.

Jornal Midiamax