O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos trouxe algumas informações sobre os editais do CPNU (Concurso Público Nacional Unificado), conhecido como o dos Concursos, durante coletiva na tarde desta quarta-feira (10).

O concurso é dividido em oito blocos temáticos, onde são organizados os ministérios e órgãos que fazem parte do certame, os cargos e as especialidades. Confira o detalhamento das vagas do Bloco 3 – Ambiental, Agrário e Biológicas, que tem 530 vagas.

Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai)

CargosEspecialidadesVagas
Especialista em IndigenismoEngenharia Agronômica31
Engenharia Florestal2
Análise Pecuária4

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

CargosEspecialidadesVagas
Pesquisador em Informações Geográficas e EstatísticasGeografia2
Tecnologia em Informações Geográficas e EstatísticasAnálise florestal2
Análise agrícola e pecuária8
Análise ambiental4
Biologia2
Geografia11

Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA)

CargosEspecialidadesVagas
Auditor-fiscal agropecuárioEngenheiro Agrônomo (com registro no Conselho de Classe)116
Médico Veterinário (com registro no Conselho de Classe)55
Químico (com registro no Conselho de Classe)12
Farmácia11
Zootecnista (com registro no Conselho de Classe)6
TecnologistaMeteorologista ou Ciências Atmosféricas40

Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra)

CargosEspecialidadesVagas
Analista em Reforma e Desenvolvimento AgrárioEngenharia Florestal17
Engenheiro AgrônomoEngenharia Agronômica159

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI)

CargosEspecialidadesVagas
Analista em Ciência e TecnologiaCiências biológicas, agrárias e/ou ambientais13

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI)

CargosEspecialidadesVagas
Analista de Infraestrutura (AIE)Geociências30
Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG)Ambiental, agrário e biológicas5

Enem dos concursos

Ao todo são 6.640 vagas abertas, onde 5% são reservadas para PCDs (Pessoas com Deficiência) e 20% para pessoas negras. Além disso, 30% dos cargos da Funai (Fundação Nacional do Índio) são destinados a indígenas.

De acordo com a ministra Esther Dweck, os órgãos que aderiram ao Enem dos Concursos estão ‘desesperados' para ocupar as vagas abertas e que devem ser preenchidas ainda em 2024.

Apenas as vagas que necessitam de curso de formação podem ainda ser assumidos no ano que vem, conforme o cronograma. Os editais podem ser conferidos clicando aqui.

Confira o número de vagas por blocos:

BlocoÁreasVagas
1Infraestrutura, Exatas e Engenharias727
2Tecnologia, Dados e Informação597
3Ambiental, Agrário e Biológicas530
4Trabalho e Saúde do Servidor971
5Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos1.016
6Setores Econômicos e Regulação359
7Gestão Governamental e Administração Pública1.748
8Nível Intermediário692

Conforme o cronograma, as inscrições acontecem de 19 de janeiro e 9 de fevereiro. Os candidatos podem se inscrever pela conta do Gov.br – qualquer nível (ouro, prata ou bronze). A taxa para Nível Médio é de R$ 60 e de Nível Superior, R$ 90.

No momento da inscrição, o candidato vai poder escolher apenas um bloco temático entre os oito disponíveis (áreas de atuação do Estado e perfil profissional desejado). Ele poderá concorrer a todos os cargos dentro do bloco.

As provas estão marcadas para acontecer em 5 de maio de 2024, em 220 municípios do Brasil. Em as provas serão em Campo Grande, Corumbá, e Três Lagoas. O certame vai acontecer em dois turnos.

Confira os detalhes de todos os blocos: