Cotidiano / Emprego & Concurso

Última chance: Inscrições para concurso do IBGE terminam nesta segunda-feira

Há cidades em MS que somente três candidatos vão concorrer a uma vaga

Fábio Oruê Publicado em 10/01/2022, às 14h57

None
Foto: Divulgação

Candidatos para o concurso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o Censo 2022 têm até esta segunda-feira (10) para realizar as inscrições e tentar uma das 29 vagas temporárias disponíveis para Mato Grosso do Sul. O salário é de R$ 1,7 mil, com direito a auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

As vagas são para trabalhar na função de ACAI (Agente Censitário de Administração e Informática). As inscrições são feitas pela internet neste link e têm taxa de inscrição no valor de R$ 44. As vagas são para nível médio, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. A previsão de duração do contrato é de até cinco meses, podendo ser prorrogado.

No ato de inscrição, o candidato deverá optar pela região de atuação para qual deseja concorrer e por um município de realização da prova. É possível fazer a prova numa determinada cidade e concorrer para qualquer outra área.

Baixa procura em MS

Ao todo, são 10 vagas para Campo Grande, três em Dourados e uma vaga para as cidades de: Amambai, Aquidauana, Corumbá, Coxim, Fátima do Sul, Itaporã, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Três Lagoas, respectivamente.

No Estado, há seis municípios onde a relação de candidatos por vaga para esta função está abaixo de 3 para 1: Amambai, Itaporã, Naviraí, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.

Continuam abertas

Já as inscrições para concorrer a outras 2.865 vagas temporárias do Censo 2022 — que se encerrariam no dia 29 de dezembro do ano passado e foram prorrogadas — seguem até 21 de janeiro. Destas, 2.524 vagas são de nível fundamental para recenseadores, distribuídas em todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações em mais de 920 mil domicílios de MS. Como o salário do recenseador é por produção, é possível simular a remuneração. A FGV (Fundação Getúlio Vargas) é a organizadora da seleção e as inscrições podem ser feitas clicando aqui.

Há, ainda, 257 vagas de agente censitário supervisor (ACS) e 84 de agente censitário municipal (ACM), ambas de nível médio. Os salários são de R$ 1,7 mil e R$ 2,1 mil, respectivamente. O ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo. As inscrições podem ser realizadas aqui

Jornal Midiamax