Cotidiano / Emprego & Concurso

MS tem alta de quase 20% nas vagas de aprendizagem para jovens

Com oportunidades no mercado de trabalho, orientação é que público busque qualificação

Felipe Ribeiro Publicado em 15/07/2021, às 14h44

Vagas de estágio e aprendizagem no Brasil registram aumento
Vagas de estágio e aprendizagem no Brasil registram aumento - (Foto: Divulgação)

As oportunidades de vagas de estágio apresentaram crescimento em relação ao início da pandemia. Seguindo a tendência do cenário nacional, Mato Grosso do Sul teve aumento no número de oferta de aprendizagem. O primeiro semestre deste ano teve alta de 18,7% em comparação com o mesmo período de 2020.

No ano passado, havia 455 oportunidades abertas para quem quisesse candidatar-se. Em 2021, a quantidade saltou para 540 vagas, no mesmo intervalo de tempo, para o público jovem.

As perspectivas de incertezas que pairavam o País, logo no início do contágio pelo novo coronavírus, somadas às grandes demissões, geraram queda nas ofertas de emprego, estágio e aprendizagem. Agora, com expectativas advindas da vacinação contra a Covid-19 no Brasil, os setores vislumbram chances de melhoria no mercado de trabalho.

Apenas as vagas de estágio no Estado tiveram queda. A discrepância mostra que, nos primeiros seis meses de 2020, foram 3.563 oportunidades. Neste ano, no mesmo intervalo, 2.158 vagas foram abertas. Uma variação negativa de 39,4%.

Um dos motivos que explicam essa redução é justamente o sentimento de dúvida existente em vários âmbitos da empregabilidade. Outro fator que puxa a queda é o impacto sofrido pelo setor de serviços, ramo mais afetado pela pandemia.

De acordo com Mônica Vargas, que é superintendente nacional de operações do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), a economia está aquecendo aos poucos e esse fenômeno impulsiona diversos setores da sociedade.

“De forma geral, o País demorou muito a entender o que estava acontecendo. Agora, com a vinda da vacina e com uma perspectiva de melhoria, à medida que as pessoas vão se imunizando, a gente percebe que a economia vai aquecendo e as vagas acompanham esse cenário econômico”, explicou Vargas.

No Brasil, o primeiro semestre deste ano teve alta de 2,1% no número de vagas de estágio, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2021, foram ofertadas 108.335 vagas, contra 106.069 em 2020.

Esses dados promissores revelam esperança àqueles que pretendem engajar em uma empresa e formar suas carreiras. E para isso, além de participar das seleções, é preciso que o candidato se mostre competente para a vaga. Pelo menos, é a exigência das companhias atualmente.

“Essas vagas estão à disposição de jovens e adolescentes que estão estudando, mas também é importante que haja uma preparação da parte deles. Nós indicamos que eles não percam de vista o preparo para uma seleção, para o ingresso no mundo do trabalho. E esse processo prévio pode acontecer através de formação e da qualificação”, sugeriu a superintendente do CIEE.

Jornal Midiamax