Cotidiano / Emprego & Concurso

Governo de MS reduz vagas para concurso público para perito criminal e médico-legista

Eram 250 vagas inicialmente, mas foram reduzidas para 206

Renata Volpe Publicado em 26/05/2021, às 08h51

Delegacia-Geral da Polícia Civil (DGPC), em Campo Grande.
Delegacia-Geral da Polícia Civil (DGPC), em Campo Grande. - Divulgação

As 250 vagas previstas para o concurso público das categorias funcionais de Perito Papiloscopista, de Agente de Polícia Científica e de Perito Oficial Forense foram reduzidas para 206, conforme decreto publicado nesta quarta-feira (26).

O decreto autoriza a realização de Concurso Público de Provas e Títulos, para o provimento de 206 vagas, nas categorias funcionais de Perito Papiloscopista, de Agente de Polícia Científica e de Perito Oficial Forense, integrantes das carreiras da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul.

Agora, serão 42 vagas para Perito Papiloscopista; 36 para Agente de Polícia Científica; 75 para Perito Oficial Forense Perito Criminal e 53 para Médico-Legista 53.

Conforme informações da assessoria do governo, a adequação foi necessária em atendimento ao que estabelece a Lei 173, que prevê as reposições decorrentes de vacâncias de cargos efetivos, estas, compatíveis com número de postos e de valores.

Em março deste ano, o governo publicou a autorização com 250 vagas. Seriam 38 vagas para perito papiloscopista; 100 vagas para agente de polícia científica; 67 vagas para perito oficial e 45 vagas para perito médico-legista.

Jornal Midiamax