Cotidiano / Emprego & Concurso

Concurso da Guarda Municipal pode ser retomado em julho, diz secretário

A prova do concurso foi suspensa em abril devido à pandemia da Covid-19

Mariane Chianezi e Ranziel Oliveira Publicado em 27/05/2021, às 16h30

None
Henrique Arakaki, Midiamax/Arquivo

Suspenso desde abril, o concurso público da Guarda Municipal (GCM) de Campo Grande pode ser retomado em julho, disse o secretário da Sesdes (Secretário Municipal de Segurança e Defesa Social), Valério Azambuja. 

[Colocar ALT]
Valério Azambuja | Foto: Leonardo de França, Midiamax

O secretário explicou que no próximo mês de junho a secretaria vai avaliar a situação de transmissão da Covid-19 em Campo Grande e, dependendo do cenário, o concurso poderá ter continuidade em julho. 

“Nós vamos esperar agora junho para ver a questão de contaminação da Covid. Mas na minha intenção, pelo menos na primeira quinzena de julho, é que a secretaria de gestão possa se pronunciar e autorizar a continuidade desse concurso. É de suma importância para a GCM”, disse à reportagem.

A prova do concurso da GCM estava previsto para ser aplicada no dia 16 de maio, mas devido à alta transmissão de coronavírus na Capital, a prova foi suspensa. "Devido a pandemia do novo Coronavírus (SarsCovid 19), as datas contidas neste edital poderão sofrer alterações conforme indicarem as normas da Organização Mundial de Saúde – OMS, as legislações impostas no Território Nacional, no Estado de Mato Grosso do Sul e no Município de Campo Grande", diz o texto publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) no dia 20 de abril.

Por fim, o edital informa que, quando houver nova data, o candidato será informado pelo site da Selecon (organizadora) e na área do candidato. 

Concurso 

O concurso teve edital publicado no dia 15 de dezembro e era muito aguardado, pois oferece 273 vagas e salário de R$ 1,6 mil. No total, 15,3 mil pessoas se inscreveram para o certame.

Conforme dados da Prefeitura, ao todo 24.614 pessoas preencheram o formulário de inscrição, mas somente 14.459 realizaram o pagamento da inscrição se tornando apto para a próxima fase, outras 841 pessoas foram isentas da taxa. Dos 15.300 aptos: 1.324 são cotista negros, 210 índios e 115 PcD.

Conforme edital, para participar o candidato deve ter ensino médio completo com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias A e B. O candidato deve ter entre 18 e 40 anos, no caso das mulheres a altura mínima é de 1,60 metro, já para os homens é de 1,65 metro. O salário é de R$ 1.690,02 com bolsa-alimentação de R$ 294, a jornada é de 180 horas mensais de trabalho. 

A empresa responsável pelo concurso é a Selecon (Instituto Nacional de Seleções e Concursos). O concurso conta com seis fases: prova objetiva, prova de aptidão física, avaliação psicológica, exame médico e toxicológico, investigação social e curso de formação técnico profissional. 

Jornal Midiamax