Cotidiano / Emprego & Concurso

Lei autoriza suspensão da validade de concursos da Prefeitura de Campo Grande

Lei sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) autoriza a Prefeitura de Campo Grande a suspender os prazos de validade de todos os concursos públicos municipais que estejam em andamento, pelo prazo que persistir o estado de calamidade pública decretado pela administração municipal em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A proposta havia sido aprovada […]

Humberto Marques Publicado em 29/05/2020, às 13h38 - Atualizado em 14/07/2020, às 16h32

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação. - Foto: Divulgação.

Lei sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) autoriza a Prefeitura de Campo Grande a suspender os prazos de validade de todos os concursos públicos municipais que estejam em andamento, pelo prazo que persistir o estado de calamidade pública decretado pela administração municipal em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A proposta havia sido aprovada pela Câmara Municipal.

O texto foi publicado no início da tarde desta sexta-feira (29) em edição extra do Diário Oficial do Município. De caráter autorizativo, ele permite que a prefeitura suspenda os prazos de validade dos processos seletivos municipais que já estão em andamento durante a situação de calamidade, “atingindo a administração pública direta e indireta”.

Desta forma, caso a prefeitura considere conveniente, poderia estender os efeitos da nova lei ao concurso público de 2016, para diferentes cargos da administração municipal, que venceria em 30 de junho.

Na segunda-feira (25), durante audiência pública de prestação de contas na Câmara Municipal, o secretário municipal de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, manifestara preocupação com a arrecadação do municipio, em queda com a redução da atividade econômica. O município já contava com a ajuda federal, na ordem de R$ 148 milhões, para cobrir o deficit no tesouro, inclusive para quitação da folha de pagamento.

Jornal Midiamax