Cotidiano / Emprego & Concurso

Geração de emprego melhora em MS e setor registra saldo positivo de 265 vagas

Foram abertas 1.124 vagas em fevereiro

Midiamax Publicado em 31/03/2016, às 12h35

None
emprego_construcao.jpg

Foram abertas 1.124 vagas em fevereiro

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, voltou a registrar saldo positivo na geração de empregos. De acordo com levantamento do Radar Industrial da Fiems, fevereiro registrou o 2º mês consecutivo com geração de postos de trabalho pelo setor, com saldo positivo de 265 vagas.

No mês de fevereiro foram abertas 1.124 vagas, enquanto no acumulado de janeiro a fevereiro o resultado aponta a criação de 1.086 postos de trabalho. “Já no acumulado do ano, o total de vagas abertas pelas atividades industriais do Estado subiu para 491, contudo, considerando os últimos 12 meses, a situação é oposta, com 9.068 vagas fechadas pelo setor”, afirmou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende.Geração de emprego melhora em MS e setor registra saldo positivo de 265 vagas

Ele destacou que o conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou fevereiro de 2016 com um contingente de 125.989 trabalhadores formalmente empregados, indicando crescimento de 0,27% em relação a janeiro. “Com o desempenho, a indústria segue com o 4º maior contingente de trabalhadores formais do Estado. Atualmente, a atividade industrial responde por 19,6% de todo o emprego formal existente em Mato Grosso do Sul, ficando atrás dos setores de serviços, que emprega 189.936 trabalhadores e tem participação de 29,5%, administração pública, com 130.369 trabalhadores ou 20,3%, e comércio, com 126.070 ou 19,6% do total”, informou.

Mas, no acumulado os resultados ainda não são animadores. “Nos últimos 12 meses, a situação é completamente diferente, com o fechamento de 11.878 vagas no mercado de trabalho”, analisou o coordenador.

Atividade e município

De janeiro a fevereiro de 2016, ao todo 94 atividades industriais apresentaram saldo positivo de contratação, proporcionando a abertura de 2.075 vagas, com destaque para construção de edifícios (+513), abate de reses, exceto suínos (+201), construção de rodovias e ferrovias (+195) e obras de terraplenagem (+131). Por outro lado, no mesmo período, 97 atividades industriais apresentaram saldo negativo, resultando no fechamento de 1.584 vagas, com destaque para fabricação de açúcar em bruto (-309), fabricação de álcool (-239), fabricação de produtos de pastas celulósicas, papel, cartolina, papel-cartão e papelão ondulado não especificados anteriormente (-128) e construção de redes de transportes por dutos, exceto para água e esgoto (-72).

Em relação aos municípios, constata-se que em 41 deles as atividades industriais registraram saldo positivo com destaque para Campo Grande (+353), Três Lagoas (+334), Água Clara (+141), Aparecida do Taboado (+106), Dourados (+101) e Nova Andradina (+79).

No mesmo período, em 31 municípios as atividades industriais registraram saldo negativo, proporcionando a fechamento de 1.149 vagas, destacando-se Maracaju (-155), Bataguassu (-138), Ponta Porã (-128), Nova Alvorada do Sul (102), Eldorado (-94), Rio Brilhante (-93), Costa Rica (-86) e Itaquiraí (-76).

Jornal Midiamax