Cotidiano / Emprego & Concurso

Como o trabalho afeta sua vida? Achar carreira certa é desafio gratificante

A tarefa de encontrar uma carreira gratificante é um dos maiores desafios da vida

Midiamax Publicado em 10/04/2015, às 12h59

None
trabalhoo.jpg

A tarefa de encontrar uma carreira gratificante é um dos maiores desafios da vida

Hoje em dia, tudo é para ontem! As pessoas nas empresas pedem tudo com extrema urgência. Parece que não sabem mais a diferença entre o que é mais importante e o que é urgente.

Pergunto para muitos profissionais pelos corredores das empresas: “Olá, como você está?”, e a pessoa me responde: “Estou na correria!”. Me pego pensando: Está correndo para aonde?

Você está no seu emprego atual porque o salário é bom? Você não pede demissão porque não pode se imaginar tendo uma redução salarial significativa, ou entrando em uma profissão nova com perspectivas financeiras limitadas?

A tarefa de encontrar uma carreira gratificante é um dos maiores desafios da vida. Muitas pessoas estão presas a empregos desinteressantes, dos quais não conseguem se livrar, estagnados pela falta de oportunidade, falta de confiança e a pior delas: a falta de disposição para encarar a mudança.

Muitos profissionais querem a mudança, mas não querem mudar nada em suas vidas. Não estão dispostos a encarar as consequências que envolvem vivenciar essa tal carreira de sucesso e abundância.

Como mudar de carreira e tomar as melhores decisões possíveis em meio ao turbilhão de responsabilidades financeiras assumidas?

Para controlar carreira é preciso ter liberdade financeira

O primeiro passo para termos controle total de nossa carreira é termos liberdade financeira. Considero livre financeiramente quem não contraiu grandes dívidas e possui reserva de dinheiro por um período de, no mínimo, um ano.

Sei o quanto é difícil acumular uma poupança de um ano do seu salário, mas não é impossível. Você terá que abrir mão de muitas coisas para obter o que deseja. Muitas vezes dar vários passos para trás em comparação ao que já conquistou e ao seu atual estilo de vida. 

Muitos não estão dispostos a isso. Mas o que você prefere: Um período de privação ou uma vida inteira como refém de uma empresa, fazendo um trabalho que não condiz com o seu real talento?

Me assusto com o número tão grande de pessoas que sentem insatisfação com a vida profissional. Sou esperançosa e defendo que todo profissional tem de ter liberdade necessária para mudar quando as coisas não fazem mais sentido. Mas, para essa mudança, é preciso rever uma série de comportamentos que talvez estejam lhe impedindo de alcançar o que deseja.

Algumas pessoas que vivem à margem da sociedade, na pobreza, podem não ter oportunidade de alcançar esse objetivo. Isso eu reconheço. Se você estiver tentando sustentar sua família com um salário mínimo, a ideia de uma carreira gratificante pode ser interpretada como um luxo. Mas será que é essa a sua realidade?

É possível encontrar um trabalho em que possamos prosperar e nos sentir realmente vivos. E você? O que está esperando para começar a reorganizar a sua vida?

Jornal Midiamax