Cotidiano / Emprego & Concurso

Professor entra com ação popular para pedir suspensão imediata do concurso da Sefaz

O professor de cursinho Deodato Neto e advogados impetraram nesta quarta-feira (11) uma ação popular para tentar na Justiça a suspensão imediata do concurso para agentes tributários e fiscais de renda da Sefaz-MS (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul). Os professores Elias Daniel e Deodato Neto anexaram o vídeo que gravaram […]

Arquivo Publicado em 11/06/2014, às 17h41

None
1391952925.jpg

O professor de cursinho Deodato Neto e advogados impetraram nesta quarta-feira (11) uma ação popular para tentar na Justiça a suspensão imediata do concurso para agentes tributários e fiscais de renda da Sefaz-MS (Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul).


Os professores Elias Daniel e Deodato Neto anexaram o vídeo que gravaram no dia da prova, 25 de maio, durante a segunda etapa do concurso. Antes dos concorrentes saírem das provas, os dois denunciaram o vazamento de questões, comprovado depois que tiveram acesso as provas do concurso.


O vídeo foi postado às 15h37, horário de Mato Grosso do Sul, momento de realização da prova. O pedido de liminar pede a suspensão imediata do certame para evitar prejuízo aos candidatos que se deslocarão de outros Estados para realizar as provas para agentes tributários que acontecem no dia 15, próximo domingo.


A ação também pede a citação do governo do Estado para manifestação, intimação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul para acompanhar os atos da ação e anexar documentos relativos a prova que não estejam nos autos, decretar a nulidade do concurso ao final da ação, condenação dos responsáveis para ressarcir os prejuízos e apuração de improbidade administrativa.

Jornal Midiamax