Cotidiano / Emprego & Concurso

Enem: após divulgação de notas, começa ansiedade por vaga em universidades

Ansiedade, apreensão e esperança é o que define aqueles que estão em busca de uma vaga na faculdade e há quase três meses esperando a nota do Enem. Com o resultado divulgado na sexta-feira (3), o site congestionou e quem estava nervoso, vai ter que aguentar mais um pouquinho até segunda-feira, quando abre o sistema […]

Arquivo Publicado em 04/01/2014, às 17h28

None

Ansiedade, apreensão e esperança é o que define aqueles que estão em busca de uma vaga na faculdade e há quase três meses esperando a nota do Enem. Com o resultado divulgado na sexta-feira (3), o site congestionou e quem estava nervoso, vai ter que aguentar mais um pouquinho até segunda-feira, quando abre o sistema do Sisu (Sistema de seleção unificada) ou quer uma bolsa no PROUNI.


Esse é o caso do auxiliar administrativo Jeferson Amaury da Silva, de 28 anos, que vai tentar pela segunda vez uma vaga no curso de Engenharia Civil. “Espero conseguir a nota, tenho que ver a nota de corte e ver qual curso vou conseguir na UFMS, pois o que eu quero mesmo é integral, e preciso trabalhar”, lamenta.


A alternativa nesse caso será o curso de Administração ou mesmo a bolsa no PROUNI, programa do governo federal. “É mais fácil o PROUNI por ter mais abrangência nas universidades particulares, porque na UFMS o grande problema é o horário, então o ENEM é para ter acesso às bolsas”, aponta.


O ENEM também foi a opção para quem quer mudar de curso. Esse foi o caso do estudante Marcos Renan Martins, que apesar de ser acadêmico de Direito em uma universidade particular, vai tentar uma vaga no curso de História na UFMS.


“Fiz pela primeira vez e acredito que consigo ingressar no curso que eu quero considerando a média da livre concorrência do ano passado, agora a ansiedade é pelo Sisu, que demora mais uma semana”, aponta o estudante.


Decepção


Com nota 800 na redação e acertando 138 das 180 questões, notas consideradas altas, Rodrigo Yamauchi, de 20 anos, diz que não ficou satisfeito. Ele que quer cursar Medicina e se decepcionou com o resultado.


“A nota da redação foi baixa para o curso que eu quero, mas vou tentar assim mesmo, e também estou aguardando o resultado da UFGD, que é prova de vestibular comum”, conta ele, que se não conseguir ingressar na faculdade pública vai fazer o curso em uma particular na cidade.


Vagas


Em Mato Grosso do Sul o sistema oferece neste ano 8.006 vagas distribuídas em quatro instituições, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Universidade Estadual de MS (UEMS), Instituto Federal (IFMS) e na UFGD na Grande Dourados.


No IFMS serão oferecidas 320 vagas em cursos de graduação distribuídas em sete municípios. São três opções de cursos superiores de tecnologia e uma licenciatura.


Já na UEMS são 2.350 vagas distribuídas em 54 cursos nas 15 cidades onde a UEMS possui unidades universitárias. Na UFGD são 961 vagas.


Segundo o MEC o Sisu ficará disponível para inscrição dos candidatos no período de 6 de janeiro de 2014 até as 22 horas e 59 minutos do dia 10 de janeiro de 2014, pelo horário de Mato Grosso do Sul, pois o site segue o horário oficial de Brasília, ou seja,


O resultado da primeira chamada está previsto para o dia 13 de janeiro e as matrículas em 17 de janeiro.

Jornal Midiamax