Cotidiano / Emprego & Concurso

Edital regulamenta apoio cultural para festeiros de São João em Corumbá

A Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, em Corumbá, lançou um edital que regulamenta o recebimento de verba pública, denominada apoio cultural, para os festeiros de São João nas comemorações deste ano. O documento nº 06/01/2012, assinado pelo diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Cássio Augusto da Costa Marques, vincula o recadastramento e […]

Arquivo Publicado em 14/06/2012, às 13h33

None

A Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, em Corumbá, lançou um edital que regulamenta o recebimento de verba pública, denominada apoio cultural, para os festeiros de São João nas comemorações deste ano. O documento nº 06/01/2012, assinado pelo diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Cássio Augusto da Costa Marques, vincula o recadastramento e a participação dos festeiros nos anos de 2010 e 2011 durante a festa oficial do município, intitulada Arraial do Banho de São João.


Segundo o superintendente de Cultura de Corumbá, José Antônio Garcia, o cadastramento começou às 14 horas de terça-feira, 12 de junho, e segue até às 17 horas, do sábado, 16 de junho, na Casa de Cultura Luiz de Albuquerque (ILA), localizada na Praça da República, 119, das 08h às 17 horas.


Para se recadastrar, o festeiro precisará apresentar cópias do RG, CPF e comprovante de residência. Depois do período de recadastramento, uma relação com os nomes de todos os contemplados será divulgada.


O edital ainda instala a Comissão dos Festejos de São João, que ficará responsável por averiguar a participação dos festeiros, durante o momento da descida até o rio Paraguai do andor, procedendo o registro em uma folha de presença.


De acordo com José Antônio Garcia, essas medidas ajudam a salvaguardar o festejo de São João, que busca o reconhecimento como patrimônio imaterial cultural brasileiro. Ele lembrou que, no mais recente cadastro (2011) da Superintendência de Cultura, há nomes de 112 festeiros aptos a receberem o apoio cultural e destaca a importância do cadastramento para os novos.


“Em nossos registros, a festeira mais antiga realiza a festa desde 1954, entretanto há casos de pessoas que não realizam mais, que se mudaram da cidade e não podemos deixar que essa nossa tradição se perca. Quem não está cadastrado, mesmo não podendo receber o apoio nesses primeiros anos, é salutar que venha deixar sua festa registrada”, disse.


O documento ainda estipula que, em 2013, os mesmos procedimentos serão adotados e define como participação “a descida do andor no dia 23 de junho de 2012, no trecho do início da ladeira Cunha e Cruz em direção à praia do Porto Geral e proceder a lavagem do andor e retornar até à parte alta da ladeira Cunha e Cruz”. A comprovação desta participação será feita mediante registros fotográficos da Comissão dos Festejos de São João.

Jornal Midiamax