Valores a receber: saiba quando Banco Central vai abrir consulta para dinheiro 'esquecido'

Greve dos servidores atrapalhou abertura consulta
| 15/07/2022
- 08:00
defensoria
(Foto: Agência Brasil)

Marcada para o dia 2 de maio, a 2ª fase de consultas do dinheiro 'esquecido' nos bancos, no Sistema de Valores a Receber do BC (Banco Central), segue sem para começar. A nova fase foi adiada por conta da de servidores do Banco Central, que atrasou a implementação da ferramenta.

"A greve dos servidores do BC prejudicou o cronograma de desenvolvimento das melhorias do Sistema de Valores a Receber (SVR). O prazo de retorno do SVR, inicialmente previsto para 2 de maio, será adiado. A nova data será comunicada com a devida antecedência", disse em nota o Banco Central.

A greve começou em 1º de abril e foi suspensa entre os dias 20 de abril e 2 de maio, mas já acabou. Agora, com o fim da greve, a expectativa é maior pelo retorno da fase de consultas do dinheiro esquecido.

Sobre segunda fase

Cerca de R$ 4 bilhões foram liberados na primeira fase de valores esquecidos em contas bancárias, tarifas cobradas incorretamente em transações financeiras, cotas e sobras líquidas de cooperativas de crédito e recursos de consórcios encerrados.

A segunda fase contará com valores diferentes, referentes a tarifas, parcelas ou obrigações cobradas indevidamente, contas de pagamento encerradas, entidades em liquidação extrajudicial, Fundo Garantidor de Crédito, entre outras fontes. Juntos, eles equivalem a cerca de R$ 4,1 bilhões “esquecidos” pelos brasileiros.

O que é o Sistema de Valores a Receber

O Valores a Receber é um serviço em que você pode consultar se tem dinheiro esquecido ou inesperado em algum banco, consórcio ou outra instituição financeira e, caso tenha, saber como resgatar o valor.   

As consultas ao SVR (Sistema de Valores a Receber) estão temporariamente suspensas para aprimoramento.

Veja também

São Estados que hoje têm a classificação B e, se rebaixados, passariam para a C.

Últimas notícias