Não tem dinheiro 'esquecido' em bancos a receber? Você ainda pode ganhar extra com FGTS e PIS-PASEP

Saiba como conseguir uma grana ainda em 2022
| 14/02/2022
- 21:20
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Divulgação

O BC (Banco Central) liberou nesta segunda-feira (14) plataforma para cidadãos brasileiros consultarem dinheiro 'esquecido' em bancos, mas muitos se decepcionaram ao verificar que não havia valores disponíveis para sacar. Entretanto, há outras opções que podem garantir um dinheiro extra ao trabalhador.

Revisão do FGTS

A revisão do (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) pode render até R$ 72 mil por trabalhador em 2022, conforme novo teto determinado a partir da atualização do valor do salário mínimo.

A questão ainda não está definida, uma vez que ainda depende de julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal). A decisão foi adiada no ano passado, mas a previsão é de que seja realizada em 2022.

Os ganhos podem chegar a R$ 72 mil — valor máximo dos pedidos em 2022 —, mas devem ficar na média de R$ 10 mil por trabalhador. Isso porque, caso seja aceita, a aplicação da inflação em vez da taxa referencial vai permitir que o governo pague a diferença dos rendimentos do saldo do FGTS ao trabalhador.

É possível realizar simulação de quanto o trabalhador poderá receber pela ferramenta LOIT FGTS, que calcula de forma gratuita o saldo que cada pessoa teria com a alteração no índice. Para isso, basta acessar o https://fgts.loitlegal.com.br/.

Para se ter uma ideia, os cálculos realizados pela plataforma já superaram o montante de 1 bilhão de reais, o que revela o potencial da discussão jurídica.

PIS-PASEP esquecido

O pagamento do abono do PIS-PASEP em 2022 também irá contemplar mais de 470 mil trabalhadores que não sacaram o benefício referente ao ano-base de 2019. Cerca de 154 mil não receberam por erro do governo e outros 320 mil 'esqueceram' os valores no banco.

Porém, os pagamentos são divididos em grupos. Para quem não recebeu por erro, o pagamento será feito a partir de terça-feira (08) e seguirá o calendário regular do PIS-PASEP, que paga conforme o mês de nascimento do beneficiário.

Segundo o ministério, esses trabalhadores "tiveram erro no processamento do abono salarial ano base 2019", mas não terão que tomar nenhuma providência para solicitar o pagamento. "O valor será depositado em uma conta digital da Caixa", informou.

Dessa forma, esses 154 mil trabalhadores irão receber valores entre R$ 92 e R$ 1.100, que é o referente ao abono para o período.

Já os 320 mil que esqueceram de sacar, vão poder fazer as retiradas do abono salarial a partir do dia 31 de março.

Entretanto, esses trabalhadores deverão fazer uma requisição formal ao Ministério do Trabalho e Previdência. O pedido pode ser feito presencialmente em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho ou pelo e-mail trabalho.uf@economia.gov.br, colocando no lugar de "uf" a sigla do estado em que reside.

"Ao pedir a reemissão do benefício, o trabalhador terá até o dia 29 de dezembro de 2022 para sacar. Caso isso não ocorra, somente poderá pedir a reemissão no calendário do próximo ano", informa o ministério.

Veja também

Em mais um dia de tensões domésticas e internacionais, o dólar superou a barreira de...

Últimas notícias