Dólar ultrapassa R$ 5,30, mas acumula baixa pela quarta semana

O dólar comercial encerrou a sexta-feira (4) vendido a R$ 5,322
| 04/02/2022
- 23:05
Agência Brasil
Agência Brasil

Impulsionado pelo mercado internacional e por fatores internos, o dólar ultrapassou o nível de R$ 5,30, mas teve a quarta semana consecutiva de queda. A bolsa de valores subiu, estimulada pela recuperação das bolsas norte-americanas e pela alta na cotação do petróleo.

O dólar comercial encerrou a sexta-feira (4) vendido a R$ 5,322, com alta de R$ 0,027 (+0,5%). A cotação iniciou o dia em baixa, chegando a cair para R$ 5,28 nos primeiros minutos de negociação, mas passou a subir após a abertura do mercado nos . Apesar da alta de hoje, a moeda norte-americana fechou a semana com queda de 1,26%. Em 2022, o recuo chega a 4,56%.

No mercado de ações, o dia foi marcado pela recuperação. Depois de dois dias seguidos de queda, o índice Ibovespa, da B3, fechou aos 112.245 pontos, com alta de 0,49%. O indicador operou em baixa na primeira metade das negociações, mas reverteu o movimento com o desempenho das bolsas nos Estados Unidos. A valorização internacional do petróleo elevou as ações de empresas petrolíferas e de mineradoras. A bolsa oscilou bastante nos últimos dias, mas fechou a semana com alta de 0,3%.

A divulgação de que a economia norte-americana gerou mais empregos que o esperado em janeiro fez o dólar subir em todo o planeta. Isso porque o aquecimento da maior economia do planeta aumenta as pressões para que o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) eleve os juros mais do que o previsto.

Na semana passada, o Fed confirmou que subirá os juros básicos a partir de março. Desde o início da pandemia de covid-19, as taxas estão no menor nível da história, entre 0% e 0,25% ao ano. A alta do dólar, no entanto, foi moderada porque parte dos investidores entende que os efeitos do aperto monetário nos Estados Unidos já estão precificados (incorporados ao preço dos ativos financeiros) para os países emergentes.

No Brasil, a expectativa em torno da apresentação de uma proposta de emenda à Constituição ou de projetos de lei que mudem a cobrança do preço dos combustíveis. Os investidores têm receio quanto ao impacto fiscal das propostas, que podem resultar na diminuição de impostos e no aumento de subsídios.

No mercado de ações, as bolsas norte-americanas se recuperaram um dia após as ações da Meta (empresa dona do Facebook, do e do Whatsapp) caírem 26%. Com vários papéis de grandes empresas mais baratos, diversos investidores aproveitaram para comprar ações, criando um movimento que impulsionou as bolsas em todo o planeta.

Veja também

Últimas notícias