Cotidiano / Economia

O que é marketing de afiliados e como isso pode ajudar seu negócio

Produção Publicado em 11/06/2021, às 11h19

Planejar uma boa estratégia de marketing é essencial para o sucesso da sua empresa – Fonte: Unsplash
Planejar uma boa estratégia de marketing é essencial para o sucesso da sua empresa – Fonte: Unsplash

Poucos setores avançam a passos tão largos quanto o marketing digital. O conceito ganhou tanta força nos últimos anos, especialmente quando as redes sociais se tornaram uma ferramenta massiva de anúncios, que a publicidade e o marketing digital se tornaram praticamente indissociáveis.

Dentro do enorme guarda-chuva que é o marketing digital, porém, é necessário discernir os diversos braços que esse setor toma. Um deles, e dos mais eminentes, é o conceito de marketing de afiliados.

Claro que a pergunta básica é “O que é marketing de afiliados”, e responderemos isso, mas a verdade é que provavelmente você já conhece a ideia – seja por estar familiarizado com o termo, ou simplesmente por já ter se deparado com uma ação do tipo, seja enquanto consumidor, seja enquanto profissional na busca pela venda e pelo engajamento.

Além do mais, é importante não apenas entender o que é o marketing de afiliados, mas o que ele pode fazer por qualquer negócio, seja lá em qual ponta da corda ele estiver – a de quem produz e anuncia e a de quem hospeda o anúncio.

O que é marketing de afiliados?

Uma definição simples e direta do marketing de afiliados seria “uma estratégia digital para ampliar vendas através de uma rede de sites”. Esse seria, no caso, o lado de quem produz algo (seja de fato um produto ou um serviço).

O marketing de afiliados, porém, é uma via de duas mãos (sem considerar ainda nessa equação o consumidor). Ao lado de quem produz está quem vai receber o anúncio, isto é, o site ou rede social no qual ele será veiculado.

É aqui que reside o grande segredo dessa estratégia: essas duas partes estão se ajudando mutuamente. A tática do marketing de afiliados é, por um lado, alguém que oferece determinado bem ou serviço fazendo o anúncio num espaço virtual, o qual hospeda tal anúncio, mas não é um espaço de vendas. Ambos se beneficiam da parceria.

O exemplo mais típico para ilustrar é o das grandes empresas como Amazon, Submarino e tantas outras. Elas investem na inserção de links não apenas em páginas especializadas, mas em quaisquer sites e até blogs que possam atrair cliques não por estarem vendendo algo, mas por produzirem conteúdo jornalístico ou de entretenimento.

Esse tipo de ação pode ser encontrado em qualquer espaço e em qualquer segmento lógico do marketing. Um site de avaliação de cassinos online, por exemplo, não oferece um produto diretamente, mas é o lugar perfeito para inserir um link publicitário relacionado diretamente ao tema – no caso, os cassinos ou jogos de apostas online em geral.

Como isso pode ser proveitoso para os dois lados?

É claro que enxergar um site colocando publicidade em grandes veículos de imprensa, sites famosos e blogs renomados não requer explicação sobre onde está o ganho financeiro. Um dos lados cobra pelo espaço da publicidade; o outro paga pelo espaço e colhe os frutos da divulgação, simples assim.

Não é exatamente isso em qualquer relação de marketing de afiliados, porém; esse tipo de tática não é para gigantes da mídia que têm espaços caríssimo para anúncios. É, por outro lado, para veículos pequenos, blogs pessoais, espaços digitais de alcance ainda limitado, mas com potencial por estarem inseridos em nichos de difícil acesso se dependessem da grande mídia digital.

Isso quer dizer que é possível monetizar conteúdo na internet com o marketing de afiliados, independentemente do tamanho do espaço digital oferecido.

O grande interessado aqui deve ser, justamente, o potencial hospedeiro da campanha-link, que representa para o investidor interessado uma oportunidade mais barata e, muitas vezes, mais aprofundada em nichos do que os titãs midiáticos.

Claro que é preciso estudo, inteligência e uma estratégia bem bolada de ambas as partes para que isso funcione, mas o potencial é ilimitado e, por isso mesmo, é uma prática cada vez mais comum. Quem aceita hospedar e monetizar seu conteúdo simplesmente ganha uma comissão em cima do que está sendo anunciado a cada venda feita.

Acima de tudo, o marketing de afiliados é uma forma inteligente de atingir um dos objetivos maissonhados para qualquer criador de conteúdo: obter a famosa renda passiva, um dos maiores desafios de quem se arrisca nessa área.

Jornal Midiamax