Cotidiano / Economia

Novo pagamento do saque emergencial de até R$ 1.100 do FGTS pode ser liberado em 2021; confira

Expectativa é de que medida comece a valer já no mês que vem

Gabriel Maymone Publicado em 07/05/2021, às 12h50

Saque emergencial do FGTS pode começar a ser liberado já em junho
Saque emergencial do FGTS pode começar a ser liberado já em junho - Divulgação

Para ajudar os trabalhadores a enfrentarem a crise provocada pela pandemia do coronavírus no Brasil, o Senado Federal avalia a liberação de um saque emergencial de até R$ 1.100 do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). No ano passado, o governo adotou a mesma medida.

O saque não é obrigatório, mas fica disponível a quem tiver saldo em contas ativas ou inativas do FGTS. Trata-se de um pagamento extraordinário que seria permitido em razão do estado de calamidade pública vivido no país.

O Governo Federal retornou com diversos programas do ano passado, como o auxílio emergencial, antecipação do 13º do INSS e o Programa de redução de jornada e salário. Diante disso, os trabalhadores esperam que o Saque emergencial do FGTS também seja liberado.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, já afirmou que o país possui um pacote de medidas para a contenção da pandemia. Entre as medidas está a liberação do Saque emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

De acordo com técnicos da equipe econômica do governo uma nova liberação do saldo do Fundo de Garantia não afetaria as reservas. Sendo assim, não há impedimentos para que seja aprovado neste ano.

Há expectativa de que a medida seja liberada já em junho, por conta do avanço da pandemia. Caso isso venha acontecer, deve funcionar como no ano passado. Dessa maneira, os pagamentos irão acontecer de forma escalonada, conforme o mês de aniversário. O limite de saque deve ser ampliado, de R$ 1.045 para R$ 1.100, já que esse é o valor atual do pisso nacional.

Jornal Midiamax