Governo cobra devolução do Auxílio Emergencial a 625 mil pessoas; saiba se você está na lista e o que fazer

Mensagens são enviadas via SMS a quem recebeu benefício de forma irregular
| 30/11/2021
- 13:32
Pagamento do auxílio emergencial
Valores recebidos de forma indevida devem ser devolvidos - Kid Júnior / Diário do Nordeste

O enviou SMS a 625 mil brasileiros para cobrar a devolução do Auxílio Emergencial recebido de forma irregular. As mensagens estão sendo enviadas entre segunda e esta terça-feira (30). Este é o terceiro lote de mensagens enviadas em 2021.

Receberam mensagens quem já havia sido notificado ao enviar declaração do Imposto de Renda 2021 e quem se cadastrou para ganhar o benefício sem atender às regras como receber outro tipo de benefício do governo (seguro-desemprego ou aposentadoria), quem apresentou renda incompatível ao programa ou possuía vínculo empregatício ao receber o benefício.

Dessa forma, um Darf (Documento de Arrecadação de Federais) foi gerado com o valor a ser devolvido por cada cidadão.

Os dois primeiros lotes de devolução voluntária do Auxílio Emergencial renderam R$ 66,3 milhões em valores recuperados pelo governo federal.

Cuidados para não cair em golpe

Ministério da Cidadania está enviando mensagens via SMS a quem deve devolver os valores, mas alerta para a ação de criminosos. Desta forma, é necessário prestar atenção na estrutura da mensagem.

O aviso têm o número do CPF do beneficiário e um link iniciado com gov.br. Se o SMS não for enviado pelos números 28041 ou 28042, não clique. Confira o teor das mensagens:

  • Para quem recebeu fora das regras: "O CPF ***.456.789-** tem parcelas a devolver do Auxílio Emergencial. Devolva todas as parcelas em gov.br/devolucaoae. Fraude denuncie em gov.br/falabrae".
  • Para quem é beneficiário do Bolsa Família e recebeu fora das regras: "O NIS ***456.789** tem parcelas a devolver do Auxílio Emergencial. Devolva todas as parcelas em gov.br/devolucaoae. Fraude denuncie em gov.br/falabrae".
  • Para os chamados ExtraCad: "O CPF ***.456.789-** possui DARF do Imposto de Renda em aberto relativo ao Auxílio Emergencial. Pague o valor ou denuncie fraude. Acesse gov.br/dirpf21ae".
  • Para os públicos do Cadastro Único e do Bolsa Família com DARFs sem pagamento: "Consta DARF do Auxílio Emergencial em aberto no seu Imposto de Renda para o CPF ***.456.789-**. Pague o valor ou denuncie fraude. Acesse gov.br/dirpf21ae".

Veja também

Últimas notícias