Cotidiano / Economia

FGTS: calcule valor das parcelas liberadas na modalidade saque aniversário

Recurso pode ser solicitado por trabalhador no mês de aniversário

Gabriel Maymone Publicado em 20/04/2021, às 07h31

Saque-aniversário do FGTS
Saque-aniversário do FGTS - Divulgação

O trabalhador pode solicitar a retirada de parte do dinheiro que está em suas contas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo e Serviço) no mês de seu aniversário. Porém, quem solicitar este benefício, não poderá retirar o valor integral dos depósitos em caso de demissão.

Dessa forma, o trabalhador que aderir ao saque-aniversário tem direito a sacar uma porcentagem do dinheiro conforme o seu saldo.

Todo ano, a partir do primeiro dia útil do mês em que  faz aniversário o trabalhador pode aderir ao programa. O período de saque fica disponível por três meses a partir desta data.

O valor anual para a retirada equivale a um percentual do saldo de cada trabalhador. Para contas com até R$ 500, serão liberados 50%.

Quanto maior o valor disponível em conta, menor será a porcentagem permitida, chegando ao mínimo de 5%. Ainda, há adicional fixo que são acrescidos ao valor, que varia de R$ 50 a R$ 2,9 mil.

Limite das faixas de saldo (em R$)AlíquotaParcela Adicional (em R$)
Até 500,0050,0%
De 500,01 até 1.000,0040,0%50,00
De 1.000,01 até 5.000,0030,0%150,00
De 5.000,01 até 10.000,0020,0%650,00
De 10000,01 até 15.000,0015,0%1150,00
De 15.000,01 até 20.000,0010,0%1.900,00
Acima de 20.000,01  5,0%2.900,00

Como optar pelo saque-aniversário

A opção pode ser realizada no aplicativo do FGTS, no site fgts.caixa.gov.br, no internet banking da Caixa ou nas próprias agências.Os trabalhadores que optarem pelo saque-aniversário até o último dia do mês de seu nascimento poderão receber o valor no mesmo ano. Ou seja, quem nasceu em janeiro, por exemplo, tem até o próximo dia 31 para escolher a modalidade e receber o dinheiro ainda em 2021.A migração não é obrigatória. Quem não fizer a adesão, permanecerá na regra do saque-rescisão, que permite acesso ao fundo para compra da casa própria, aposentadoria e demissão sem justa causa, além de outras situações previstas em lei.

Jornal Midiamax