Cotidiano / Economia

Auxílio emergencial: governo libera pagamento a três grupos na próxima semana; confira

Valores serão liberados a partir de domingo

Gabriel Maymone Publicado em 10/04/2021, às 15h24

Caixa divulgou calendário de pagamentos do auxílio emergencial
Caixa divulgou calendário de pagamentos do auxílio emergencial - Divulgação

A Caixa Econômica Federal iniciou na terça-feira (06) o pagamento do novo auxílio emergencial 2021. Assim, os primeiros a receber foram os trabalhadores que fazem aniversário em janeiro. Na sexta-feira (09), os nascidos em fevereiro também receberam a 1ª parcela, que pode ser de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, dependendo da composição familiar.

Dessa forma, no domingo (11), os nascidos em março já terão o recurso disponível para movimentação no Caixa Tem. Entretanto, saques só serão permitidos em outra data, conforme estabelecido pelo calendário oficial.

Na próxima sexta-feira (16) começam os pagamentos de quem faz parte do Bolsa Família. Confira os calendários:

Este primeiro cronograma é para os trabalhadores que se cadastraram via aplicativo e aos que fazem parte do CadÚnico e atendem aos critérios de seleção do programa.

Veja o calendário do auxílio emergencial 2021:

Auxílio emergencial: Caixa divulga calendário com pagamentos de abril; confira

Já para os integrantes do Bolsa Família, o governo disponibilizou outro calendário. Para este grupo, os pagamentos começam apenas no dia 16 de abril, para o NIS final 1. Até final do mês todos receberão a ajuda federal. O pagamento será como no ano anterior: o beneficiário do Bolsa Família irá receber o que for de maior valor.

Veja o calendário do auxílio emergencial do Bolsa Família:

Auxílio emergencial: Caixa divulga calendário com pagamentos de abril; confira

Conforme o ministro da Economia, Paulo Guedes, 45,6 milhões de famílias devem ser beneficiadas pelo novo auxílio emergencial. O novo auxílio emergencial será pago ao longo de quatro meses, de abril a julho. Nesse período, o governo ainda pode avançar com a vacinação contra a covid-19 dos trabalhadores informais, segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, para que, passado o período de pagamento do auxílio, esses brasileiros possam retomar suas atividades de forma segura, imunizados do novo coronavírus.

Os valores vão de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, dependendo da composição familiar.

Jornal Midiamax