Cotidiano / Economia

Grupo russo é um dos interessados na compra da UFN3 da Petrobras

Representantes visitaram as obras

Tatiana Marin Publicado em 25/01/2018, às 16h48

None

Representantes visitaram as obras

O grupo russo Acron, um dos interessados na compra dos ativos da UFN3 (Unidade de Fertilizantes e Nitrogenados), empreendimento da Petrobras, esteve em Três Lagoas, a 338 quilômetros da Capital, para visitar as obras da fábrica. Os representantes também estiveram em Campo Grande reunidos com a Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

O grupo é um dos 10 maiores produtores de fertilizantes de amônia do mundo, e o maior na Rússia. Nesta quarta-feira (24), os representantes visitaram as obras da fábrica e, conforme noticiado pelo site JPNews, estiveram também reunidos com o  prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) e com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Antônio Empke Junior .

Por conta de regras determinadas pela Petrobras para negociação da planta inacabada, a visita foi realizada em caráter de confidencialidade. As obras, que estão paradas desde 2014 e estão em 82% do seu cronograma, custou aproximadamente R$ 3 bilhões.

Grupo russo é um dos interessados na compra da UFN3 da Petrobras

Acron Group – Com capacidade instalada de produção de 6 milhões de toneladas de fertilizantes por ano, o Acron Group possui negócios em quatro países, além da Rússia. A empresa atua também em mineração e transportes.A sede fica na capital Moscou.

Jornal Midiamax