Cotidiano / Economia

Festival América do Sul deve movimentar até R$ 20 milhões na economia

Para cada noite de show são esperadas 15 mil pessoas

Richelieu Pereira Publicado em 07/05/2018, às 12h42

Governador durante anúncio da programação do festival. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo)
Governador durante anúncio da programação do festival. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo) - Governador durante anúncio da programação do festival. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo)

O Governo do Estado divulgou, nesta segunda-feira (7/5), a programação do 14º Festival América do Sul Pantanal, que ocorre entre os dias 24 e 27 de maio na região de Corumbá, a 429 quilômetros de Campo Grande. De acordo com Reinaldo Azambuja (PSDB), o evento deve ajudar a movimentar até R$ 20 milhões na economia local.

“Para cada R$ 1 que você investe geralmente recebe R$ 5 de volta. Se nós estamos projetando o investimento de R$ 3 milhões, poderíamos receber entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões em acesso de pessoas do turismo, de fomento a gastronomia, os eventos culturais”, declarou o governador após a solenidade de divulgação.

Entre as atrações programadas estão os shows de Daniela Mercury, Roberta Miranda, Martinho da Vila e Criolo. Também haverá oficinas, palestras, exposições e seminários nas mais diversas áreas artísticas, como artesanato, artes cênicas, cinema, artes visuais, literatura e gastronomia. Todas as atividades são gratuitas.

“Fizemos uma mudança de conceito e principalmente uma integração sul-americana. Hoje o festival tem amplitude para 10 países com artistas renomados, nacionalmente e internacionalmente”, anunciou Reinaldo Azambuja. Ele ainda destacou a participação de artistas regionais nos segmentos da dança, cinema, música e teatro. “Valorizamos também a cultura local”.

O Festival América do Sul Pantanal é organizado pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Corumbá, e deve reunir participantes da Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Serão aproximadamente 200 atividades culturais em todo o festival, com 17 horas diárias de programação. Para cada noite de show são esperadas 15 mil pessoas, além dos participantes das atividades diárias.

Jornal Midiamax