Com crise da gasolina, instalação de GNV quadruplicou em Campo Grande

Nos últimos 17 dias, a Petrobras aumentou o preço da gasolina 11 vezes, reflexo de uma crise anunciada já no ano passado, quando nos últimos seis meses os preços foram reajustados 116 vezes. A mudança tem levado motoristas de Campo Grande a repensarem na forma como abastecer os veículos e a busca pelo GNV (Gás […]
| 25/05/2018
- 15:44
Com crise da gasolina, instalação de GNV quadruplicou em Campo Grande

Nos últimos 17 dias, a Petrobras aumentou o preço da gasolina 11 vezes, reflexo de uma crise anunciada já no ano passado, quando nos últimos seis meses os preços foram reajustados 116 vezes. A mudança tem levado motoristas de Campo Grande a repensarem na forma como abastecer os veículos e a busca pelo GNV (Gás Natural Veicular) aumentou. Uma das oficinas da Capital garante que a venda e instalação e kits aumentou de dois consumidores por mês para oito, quadruplicando o movimento.

O que ainda impede que muita gente migre para o GNV é a desconfiança sobre queda de potência do veículo e, principalmente, o preço do kit mais a instalação. Em uma das duas únicas mecânicas da Capital certificadas pelo Inmetro, o preço médio é de R$ 5,2 mil.

Vendedor, Kevin Ariel Ferreira Amorim explica que nesses dias de greve, já agendou muito mais atendimentos do que em qualquer outro dia. “Estamos fazendo muito atendimento e agendando também. Com certeza aumentou a procura. A instalação aumentou de duas por mês para até oito desde o início do ano”.

O tamanho do cilindro depende da vontade do proprietário do veículo em ocupar o bagageiro. Em média, o mais vendido em Campo Grande é de 15 metros cúbicos, onde chegam a caber 13 metros por ‘abastecida’.

A economia pode chegar a 40% do valor de abastecimento com gasolina. No ano passado, era maior: cerca de 60% do valor. “Ainda assim, compensa. Um carro 1.4, por exemplo, chega a fazer no mínimo oito quilômetros por metro cúbico”.

O kit instalado é o de 5ª geração. A diferença entre o kit anteriormente oferecido é que antes o carro chegava a perder 10% da potência e hoje, cerca de 3%. “Há redução na manutenção também. Uma das únicas medidas a serem tomadas após a instalação é a troca do filtro do GNV a cada 30 mil quilômetros rodados”.

Oferta

Existem oito postos que oferecem o abastecimento no GNV na Capital, com muita variação de preço entre eles. Em um, é possível abastecer a R$ 2,499 o metro cúbico. Em outra, R$ 3,59 a mesma quantidade.

Os postos negam, entretanto, aumento da procura pelo gás.

Veja também

Um dia depois de atingir o menor nível em oito semanas, o dólar subiu, influenciado...

Últimas notícias