Cotidiano / Economia

Puxado por transportes, setor de serviços tem queda de 7% em MS

Nível de emprego também caiu

Midiamax Publicado em 21/10/2016, às 17h56

None
servicos_setor_0.jpg

Nível de emprego também caiu

O setor de serviços retraiu 6,9% em Mato Grosso do Sul na receita nominal de agosto. A pesquisa conjuntural do IPF-MS (Instituto de Pesquisa da Fecomércio MS) foi divulgada nesta sexta-feira (21).

O resultado negativo foi puxado pelo ramo de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correios (- 7,5%), seguido pelo de informação e comunicação (- 2,2%). O desempenho do Estado foi na contramão do país, que registrou aumento de 2,2%.

A pesquisa tem como objetivo acompanhar o comportamento dos principais segmentos dos serviços do Estado, usando como base a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Entre os itens avaliados ainda estão os serviços prestados às famílias, transportes, de profissionais administrativos e complementares, turismo, entre outros.

A pesquisa aponta ainda os dados sobre o nível de emprego do setor, que em agosto registrou uma queda de -0,10%, o segundo pior índice do Centro-Oeste, perdendo apenas para o Distrito Federal (-0,11%). Mato Grosso teve crescimento de 0,02% e Goiás, 0,11%.

Jornal Midiamax