Cotidiano / Economia

Mudança na emissão de boletos gera facilidade ao pagar títulos vencidos

Novo sistema deve vigorar em 2017

Tatiana Marin Publicado em 20/10/2016, às 17h44

None
boleto2_monicazarattiniestadao539.jpg

Novo sistema deve vigorar em 2017

Uma mudança na emissão de boletos vai tornar o pagamento de títulos vencidos mais fácil e prover mais segurança. Segundo foi divulgado pelo jornal O Globo, os boletos serão emitidos com o CPF de quem está sendo cobrado.

Atualmente, é impossível pagar um boleto vencido pelo aplicativo ou site do banco. Na maioria das vezes é necessário realizar o pagamento em na agência bancária que emitiu o boleto para que os juros e a multa sejam calculados. Em alguns casos é possível fazer a atualização do boleto via site.

Com a mudança, boletos vencidos poderão ser pagos no aplicativo, na agência lotérica, em qualquer banco. Conforme publicou O Globo, os juros e a multa são calculados automaticamente. Disso não dá para se livrar, mas do transtorno, sim.

Para que os boletos sejam emitidos, a pessoa ou empresa pagadora deverá informar o CPF ou CNPJ para quem está fazendo a cobrança. O cobrador envia o boleto e as informações vão para uma base de dados, acessível aos bancos. Quando pagamento for realizado, os dados do boleto devem estar consistentes com os que estão no banco.

“O que a gente está imaginando é que em março a gente comece a fazer a consulta dessas duplas checagens para boletos acima de R$ 50 mil. Depois, ao longo do ano de 2017, nós vamos reduzindo esses valores até dezembro, quando a gente imagina que 100% da base tenha a dupla checagem”, diz Leandro Vilain, diretor da Febraban, ao O Globo.

O Globo afirma que o novo sistema deve evitar que fraudadores enviem boletos em nome de empresas e fiquem com o dinheiro.

Jornal Midiamax