Cotidiano / Economia

Mercado estima queda de inflação e menor retração no PIB

Relatório prevê retração de 3,15% e inflação de 7,34%

Norberto Liberator Publicado em 19/09/2016, às 12h37

None
economia_ilustracao-2.jpg

Relatório prevê retração de 3,15% e inflação de 7,34%

O último relatório de mercado Focus, feito pelo Banco Central do Brasil, avaliou uma mudança positiva na economia brasileira em 2016. As expectativas para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano indicam uma retração de 3,15%, enquanto os do último mês eram de 3,20%. A previsão de inflação saiu de 7,36% para 7,34%.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) afirma que o PIB recuou 0,6% em relação ao primeiro trimestre deste ano, e 3,8% comparado ao mesmo período do ano passado. Em todo o ano de 2016 até o momento, o PIB tem baixa de 4,6%.

No período que corresponde aos últimos 12 meses, o recuo é de 4,9%. O RTI (Relatório Trimestral de Inflação) divulgado em junho apontava que a estimativa para o ano era de retração de 3,3%. Para 2017, o Ministério da Fazenda prevê crescimento de 1,6%.

O pior cenário é em relação à produção industrial, onde a queda é de 5,93%. Para 2017, a projeção de alta continua em apenas 0,50%. No último mês, a expectativa era de recuo de 5,95% para este ano e alta de 1,5% para ano que vem.

O relatório traz ainda uma estimativa de US$ 50 bilhões em relação ao superavit comercial de 2016 – a mesma quantia do anterior, há um mês atrás. Para o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o superavit deve ficar entre US$ 45 bilhões e US$ 50 bilhões este ano.

Jornal Midiamax