Cotidiano / Economia

Inflação desacelera e Campo Grande tem índice de 0,18% em agosto

Capital ficou em 11° lugar nacional

Wendy Tonhati Publicado em 09/09/2016, às 12h11

None
inflao.jpg

Capital ficou em 11° lugar nacional

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), considerado a inflação oficial do país,  divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (9), colocou Campo Grande na 11ª colocação entre as capitais com maior índice de inflação em agosto. O índice foi de 0,18%. A inflação desacelerou se comparada ao mês de julho (0,74%), quando a Capital ocupava a quarta posição nacional. 

Nacionalmente, o IPCA de agosto marcou 0,44% e ficou abaixo da taxa de julho (0,52%). O acumulado no ano (5,42%) ficou abaixo dos 7,06% registrados em igual período de 2015. O acumulado nos últimos doze meses (8,97%) ficou acima dos 8,74% relativos aos doze meses imediatamente anteriores. Inflação desacelera e Campo Grande tem índice de 0,18% em agosto

O IPCA é calculado é calculado pelo IBGE e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e de Brasília. O grupo Alimentação e Bebidas, que de 1,32% em julho foi para 0,30% em agosto, é o principal responsável pela desaceleração do IPCA. 

Entre os produtos que contribuíram para conter a taxa destacam-se a batata-inglesa (-8,00%) e o feijão-carioca (-5,60%). Entre os alimentos em alta, o destaque ficou para as frutas, que aumentou 4,94%.

INPC

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apresentou variação de 0,31% em agosto e ficou abaixo da taxa de 0,64% de julho. Com este resultado o acumulado no ano foi para 6,09%, bem menos do que os 7,69% registrados em igual período do ano anterior. Considerando os últimos doze meses, o índice está em 9,62%, pouco acima dos 9,56% relativos aos doze meses imediatamente anteriores. Em agosto de 2015 o INPC fora de 0,25%.

Jornal Midiamax