Cotidiano / Economia

Estado contrata 4 empresas sem licitação por R$ 5,8 milhões para obras em rodovias

Situação de Emergência nos municípios levaram à contratação

Joaquim Padilha Publicado em 05/05/2016, às 12h26

None
rio_amambai.jpg

Situação de Emergência nos municípios levaram à contratação

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) contratou em caráter emergencial quatro construtoras pelo valor acumulado de R$ 5,8 milhões, que devem atuar nos municípios de Guia Lopes da Laguna, Novo Horizonte do Sul, Naviraí e Amambaí.

A Belter Construções Ltda foi contratada por R$ 1.347.733,32, para em 150 dias construir uma ponte de concreto de 20m na MS-487, no trecho sobre o Rio Amambaí. A empresa deve construir outra ponte de 35m sobre o Córrego Cangueri, na MS-485, pelo valor de R$ 814,574,15. A obra deve ser concluída em 120 dias.

Já a Concrelaje Ltda deve construir em 120 dias uma ponte de concreto de 60m sobre o córrego Santo Antônio, em trecho em Guia Lopes da Laguna, recebendo pelo serviço o valor de R$ 1.370.460,24. 

Com o menor prazo das contratadas, a Construtora J Gabriel Ltda terá 90 dias para realizar um serviço de controle de erosão e drenagem na MS-475, em trecho de 1,5 quilômetros do município de Novo Horizonte do Sul. A construtora deve receber o maior valor dos contratos, R$ 2.258.268,68.

As contratações foram publicadas no Diário Oficial desta quinta-feira (5). Ao final de cada aviso de dispensa de licitação, o texto da publicação diz que “faz-se a presente publicação, em cumprimento ao disposto no Artigo 26 da Lei 8666/93, devidamente autorizada e ratificada pela autoridade competente”.

(Sob Supervisão de Ludyney Moura)

Jornal Midiamax